Prefeitura do Rio fará “mapa de deslocamentos” com big data da TIM


portal-telesintese-logo-rio-2016A prefeitura do Rio de Janeiro* firmou parceria com a TIM Brasil para usar o big data da operadora pelos próximos três meses. Pelo acordo, anunciado nesta quinta-feira, 21, o centro de operações da cidade poderá acessar informações capazes de indicar o deslocamento de grande quantidade de pessoas. Esse tipo de dado é coletado pela tele a intervalos regulares de tempo, cerca de dois minutos, a partir do momento que o usuário ativa um chip SIM.

Luis Minoru, chief strategy officer da TIM, explica que a parceria só é possível porque todos os dados aos quais a prefeitura terá acesso são anonimizados. “As informações são sanitizadas para não seja possível identificar o usuário”, garante.

Prefeitura e TIM desenvolveram em conjunto a aplicação capaz de fazer a análise dos dados massivos de deslocamento. “Vamos enviar a taxa de ocupação das células a cada meia hora, e a prefeitura vai olhar a concentração de pessoas, deslocando mais segurança ou transporte para as regiões”, conta. A colaboração começa a funcionar já, e vai acontecer pelos próximos três meses. Em troca, a TIM vai ter acesso a informações da cidade, como alertas de chuvas, podendo provisionar incidentes.

PUBLICIDADE

O projeto de big data da TIM é relativamente recente. A empresa começou a trabalhar com o conceito, internamente, em 2013. Desde então, vem estudando formas de rentabilizar sobre o conjunto de informações que guarda dos usuários. A parceria com a prefeitura carioca é um dos testes de possíveis formatos de produto. “A ideia é expandir para outras prefeituras e entidades privadas. Mas o modelo de monetização ainda não está fechado”, ressalta o executivo.

A quantidade de dados de que a operadora dispõe pode ser deduzida dos números enormes de sua atividade. A empresa registra 386 milhões de conexões de dados todo dia, 305 milhões de chamadas, 192 milhões de trocas de SMS, 6 bilhões de CDRs e 400 mil chamadas diárias nos call centers.

*O jornalista viajou a convite de TIM

Anterior Transmissão de 1,5 Tbps em link óptico de longa distância
Próximos Olimpíadas: Oi cria sala de monitoramento