PIB cresce 4,6% em 2021 e internet e sistemas, 12,3%. diz IBGE


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

O Produto Interno Bruto (PIB) do país cresceu 4,6% em 2021 ante o resultado de 2020. A alta foi puxada pelos setores de serviço (+4,7%) e indústria (+4,5). O setor agropecuário teve variação negativa de 0,2%, de acordo com os números divulgados nesta sexta-feira, 4, pelo IBGE.

O PIB em 2021 totalizou R$ 8,7 trilhões, segundo o IBGE. A atividade de informação e comunicação cresceu 12,3% em 2021, superando todos os demais segmentos do setor de serviços, puxada por internet e desenvolvimento de sistemas. Essa atividade já vinha crescendo antes da pandemia, mas com o isolamento social e todas as mudanças provocadas pela pandemia, esse processo se intensificou, fazendo a atividade crescer ainda mais”, explica a coordenadora de Contas Nacionais do institutoE, Rebeca Palis.

PUBLICIDADE

De acordo com o IBGE, ao contrário do que aconteceu em 2020, todos os componentes da demanda avançaram em 2021, contribuindo positivamente para o crescimento do PIB. O consumo das famílias avançou 3,6% e o do governo subiu 2,0%. No ano anterior, esses componentes haviam recuado 5,4% e 4,5%, respectivamente.

Os investimentos (Formação Bruta de Capital Fixo) avançaram 17,2%, favorecidos pela construção, que no ano anterior teve uma queda, e pela produção interna de bens de capital. A taxa de investimento subiu de 16,6% para 19,2% em um ano.

A balança de bens e serviços registrou alta de 12,4% nas importações e de 5,8% nas exportações. Em 2020, tinham recuado 9,8% e 1,8%, respectivamente.

O PIB per capita alcançou R$ 40.688 no ano passado, um avanço de 3,9% em relação ao ano anterior (-4,6%), diz o IBGE.

PUBLICIDADE
Anterior Surgem interessados na compra da Sigfox
Próximos Innovation Camp abre chamada para jovens de 8 países