Pesquisa aponta insatisfação do usuário com serviço de banda larga móvel


Os usuários de conexão à internet em banda larga móvel consideram o serviço ruim em todos os requisitos, seja velocidade, qualidade da conexão, divulgação e, sobretudo, o preço. A única exceção é com relação à cobertura, que é considerada boa. Os dados são indicações colhidas na segunda edição da pesquisa sobre o perfil dos consumidores …

Os usuários de conexão à internet em banda larga móvel consideram o serviço ruim em todos os requisitos, seja velocidade, qualidade da conexão, divulgação e, sobretudo, o preço. A única exceção é com relação à cobertura, que é considerada boa. Os dados são indicações colhidas na segunda edição da pesquisa sobre o perfil dos consumidores de banda larga no país, realizada pelo Iost (Instituto Observatório das telecomunicações, Inclusão Digital e Social).

A pesquisa foi realizada por meio de questionário online, no período de 24 de março a 27 de julho deste ano. A amostra totalizou 229 pessoas, sendo a maioria delas (123) do Distrito Federal. As demais, em grupos menores, de 16 estados, abrangendo todas as regiões do país. Segundo o presidente da entidade, José Zunga, os resultados da pesquisa foram tratados como indicadores de tendência, já que as respostas fora feitas pela internet, sem o controle rígido dos usuários.

Os resultados da pesquisa aponta a predominância do uso da internet para entretenimento, mas, para os usuários de banda larga 3G, nota-se uma maior utilização para comunicação e pesquisa, indicando que o uso desta tecnologia é mais centrada na atividade profissional.

PUBLICIDADE

O estudo mostra também que a maior preocupação do usuário ao contratar serviço de banda larga é a velocidade (196), seguido do sinal constante (162) e preço (135). Para 73% dos entrevistados, a banda larga móvel completa a fixa, enquanto 20% acham que a 3G substitui a convencional.

Para Zunga, os resultados da pesquisa reforçam a importância do acompanhamento do órgão regulador, que deve balizar a qualidade do serviço a ser prestado pelas diversas tecnologias. Ele defende a realização de trabalhos de aferição sistemática do nível de satisfação do usuário. (Da redação)

Anterior Epsoft aposta nos serviços de mensagem e cria a M2G
Próximos Lucro da Ericsson tem queda de 61%