PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Infraestrutura

Para reduzir acidentes, CREA-MA quer responsabilidade técnica dos ISPs

De acordo com o vice-presidente do órgão, os acidentes decorrentes de redes elétricas e de telecomunicações têm aumentado e, quando se trata de cabos instalados sem autorização, fica difícil apontar os responsáveis.

Crédito: DivulgaçãoO vice-presidente do CREA do Maranhão e diretor de Inovação da ABTelecom, Rogério Moreira Lima, defendeu a inclusão da exigência do documento de responsabilidade técnica na Resolução Conjunta de aluguel de postes. Segundo ele, os acidentes decorrentes de redes elétricas e de telecomunicações têm aumentado e, quando se trata de cabos instalados sem autorização, fica difícil apontar os responsáveis.

Lima, que participou nesta sexta-feira, 7, de live do Tele.Síntese sobre a nova resolução dos postes, afirma que as redes clandestinas normalmente são lançadas por pessoas não qualificadas, que colocam em risco toda a instalação.

“A maioria das distribuidoras tem exigido a identificação da responsabilidade técnica para projetos de rede nos seus postes, mas isso não pode ficar a critério delas”, afirmou.

No entendimento de Lima, a Anatel erra ao não colocar essa exigência em resolução, já que ainda não há uma solução para o reordenamento dos postes.

“Aqui no Maranhão foi feita uma força-tarefa para limpar os postes, cabos foram cortados, mas dois dias depois tudo voltou a ser como antes”, afirmou.

Curso

O presidente executivo da TelComp, Luiz Henrique Barboza, que também participou do debate, disse que a falta de preparo dos profissionais que trabalham na implantação de redes é preocupação da entidade. Tanto é assim que está preparando a oferta de cursos para elevar o nível de segurança e melhorar a qualificação da mão de obra.

“Se no futuro entendermos que o profissional de rede precisar ter conhecimento de energia elétrica, vamos adicionar no cursos, visando sempre a segurança do trabalho”, completou.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS