Para Anatel, processo da Oi/BrT tem tramitação normal


A superintendente executiva da Anatel, Simone Scholze, disse que a instrução do ato de concentração da compra da Brasil Telecom pela Oi será analisado com o critério, o rigor e a seriedade que o Cade espera, mas evitou de falar em prazos. "Não vamos atropelar as etapas do processo", disse. Simone disse que a agência …

A superintendente executiva da Anatel, Simone Scholze, disse que a instrução do ato de concentração da compra da Brasil Telecom pela Oi será analisado com o critério, o rigor e a seriedade que o Cade espera, mas evitou de falar em prazos. "Não vamos atropelar as etapas do processo", disse.

Simone disse que a agência ora é acusada de celeridade ora de morosidade. "Não existe isso, o que há é a tramitação normal", disse.

A superintendente executiva admitiu que o Cade pediu à agência a lista de processos sobre concorrência em tramitação, mas negou que houvesse alguma pendência. "Nós estamos fazendo um levantamento nas superintendências sobre o andamento desses processos para informar ao Cade", disse. O prazo, segundo ela, é até amanhã.

PUBLICIDADE

Simone participou hoje do II Encontro da Advocacia Pública sobre Concorrência e Regulação, que está sendo realizado na Anatel. O presidente da agência, Ronaldo Sardenberg, também presente no evento, não quis falar com a imprensa.

Anterior Cade cobra agilidade da Anatel na instrução do processo da Oi/BrT
Próximos Relator da reforma tributária convoca Telecom a se engajar na proposta