Entre os interessados estão as três grandes – Claro, Telefônica, TIM – ainda, Algar Telecom, Datora, Sercomtel, Brisanet, Um Telecom e Unifique. Também aparecem Mega Net Provedor de Internet, NK 108 Empreendimentos e seis escritórios de advocacia.


Paulo Bernardo afirmou que a presidente sanciona o projeto hoje

Benefício será estendido para obras de engenharia e representará perda de R$ 4 bi para os cofres públicos

Serão selecionados dez projetos no país. As inscrições se encerram em 25 de outubro.

A ideia, levantada por Otavio Azevedo, presidente da Andrade Gutierrez, já foi implementada no passado pela Neotec.

A fabricação dos equipamentos de infraestrutura de rede ficará para um segundo momento, quando seu parque estiver instalado.

O novo produto vai ser anunciado no final do mês e começa com um piloto.

Operadoras já têm serviços financeiros em parceria com bancos para os celulares pós-pagos

A tendência, diz representante da empresa, será o usuário informar espontaneamente suas preferências, substituindo os sistemas de captura usados hoje.

Ex-vice-presidente da Vivo, ele assume no lugar Luis Miguel Gilpérez, que retorna à Espanha.

O executivo assume com a missão de estreitar e desenvolver projetos em parceria com o governo federal

A operadora também lidera um consórcio para a construção de um backbone internacional, ligando Brasil aos EUA.

De acordo com o PL 1247/11, autorização vale para processos de outorgas parados no Congresso há mais de 45 dias.

Para secretário das Telecomunicações, neutralidade de rede deve ser aprovada no país

.

.




.


Acesso à internet, um dos pilares do Idec

Negócios sustentáveis incluem o consumidor

Fim da concessão deve ser debatida já

Luca Belli, da FGV-Rio, acaba de organizar uma obra de análise das políticas digitais do bloco e comenta que, após medidas mais assertivas do governo brasileiro na cibersegurança, o Brasil perdeu relevância mundial na regulação da internet

MENU

Voltar