Padtec encerra 2020 com crescimento de 21,7% na receita operacional


Business vector created by Timmdesign - Freepik.com
Business vector created by Timmdesign – Freepik.com

A fabricante de sistemas de transporte óptico Padtec encerrou 2020 com receita operacional bruta de R$ 317,9 milhões,crescimento de 21,7% em relação a 2019.

O resultado é fruto do crescimento de 32,1% no volume de vendas de sua unidade de negócios de equipamentos de transporte óptico baseados na tecnologia DWDM (Dense Wavelength Division Multiplexing).

Esse crescimento já vinha acontecendo em função do aumento do uso de redes de fibra óptica para aplicações residenciais e do 4G. Mas foi acelerado pelo cenário de isolamento social decorrente da pandemia de Covid-19 – que elevou a demanda por conexões de internet e, consequentemente, maior capacidade de transmissão.

PUBLICIDADE

ISPs

Argemiro Sousa, diretor de Negócios da Padtec, afirma que o mercado como um todo mostrou-se bastante aquecido ao longo do ano e destaca o aumento do investimento em infraestrutura de rede feito pelos provedores de serviços regionais (ISPs).

“Os provedores regionais chegaram ao final de 2020 como começaram: em ascensão. Nossa receita com esse grupo de empresas cresceu 60% no ano passado”, ressalta.

“Encerramos o ano com um total de clientes de equipamentos DWDM – no Brasil e no exterior – cerca de 70% maior do que no final de 2019. Em nossa unidade de negócios de serviços de operação e manutenção de redes de telecomunicações, o número total de clientes cresceu 36%”, completa Argemiro.

Com melhora a Padtec não só gerou caixa como também operou no azul em 2020, fechando o ano com lucro líquido de R$ 16,3 milhões – um aumento de 39,2% em comparação a 2019. A empresa também continua sem endividamento líquido.

Na área de pesquisa e desenvolvimento, a Padtec investiu R$ 35,8 milhões de sua receita na evolução de sua linha de produtos para sistemas de comunicações ópticas de alto desempenho. Um dos resultados do investimento foi o lançamento da nova geração de transponders de 800 Gbps e 1,2 Tbps.

Carlos Raimar, CEO da Padtec, afirma que os planos da empresa, para os próximos anos, incluem a continuidade dos investimentos em desenvolvimento de produtos com tecnologia de ponta, a ampliação da liderança no mercado brasileiro e o aumento de sua presença internacional. “Para isso, uma das missões mais importantes que temos pela frente é continuar conduzindo os negócios da Padtec com foco em crescimento, rentabilidade e inovação tecnológica, aumentando sua competitividade a níveis cada vez mais elevados”, completa o executivo.

Anterior Faria: "Leilão será feito em junho pela Anatel. O TCU fiscaliza e Bolsonaro decide"
Próximos Ministro quer exigência de 5G standalone no próximo leilão de espectro da Anatel