OTT: TotalMovie, da TV Azteca, negocia oferta também de TV linear no Brasil


A TotalMovie nasceu dentro do grupo mexicano Salinas, dono da TV Azteca, seguindo o modelo criado pelo Netflix, de oferta de vídeo sob demanda (VOD, na sigle em inglês) e logo se tornou uma empresa independente para não ficar presa às convenções da TV tradicional. Mas, pesquisando formas de se diferenciar da concorrência pesada da companhia norte-americana, a TotalMovie percebeu que, para seu público, a oferta linear de conteúdo ainda é bastante relevante. Por isso, vem investindo na negociação com programadoras para incluir esta possibilidade em seu pacote.

Presente em 42 países da América Latina, incluindo uma unidade no Rio de Janeiro, a TotalMovie iniciou há duas semanas negociações com programadoras nacionais em busca de acordos que a permitam ter esse diferencial no Brasil. “No início, quando começamos os estudos, nos deparamos com diversas questões burocráticas, barreiras regulatórias, entre outras regras. Nos perdemos nesses estudos por semanas. Então desistimos da ideia de oferecer canais abertos como Globo e SBT, por exemplo, e focamos em conteúdo especializado, que você encontraria na TV paga”, explicou Karl Noriega, diretor da TotalMovie no Brasil. Por hora, a companhia já tem três deles fechados e espera chegar a algo entre 12 e 15 canais lineares em seu serviço de vídeo por assinatura utilizando a internet. 

A estratégia da TotalMovie é oferecer canais de conteúdo especializado, como esportes e filmes, mas também programação infantil. “Vemos grande oportunidade em infantil e outras áreas segmentadas em que começamos conversas. As negociações estão em estado inicial”, declarou Noriega. Segundo ele, a expectativa é ter um grande lançamento comercial em oito semanas.

PUBLICIDADE

A estratégia da empresa mexicana é agregar os canais lineares à oferta sob demanda e assim atrair consumidores das classes C, D e E, que não têm no OTT uma oferta complementar à TV paga. Essas pessoas acabam por optar por um serviço ou outro. 

 

 

Anterior Comissão aprova instalação de medidor de consumo em telefones fixos
Próximos Foxconn resolve ser operador de celular e vai disputar leilão de frequência em Taiwan