Os fundos setoriais têm tributação regressiva


Os fundos que existem sobre o setor de telecomunicações, afetam mais os mais pobres, ou seja, têm uma tributação regressiva. Quem faz esse alerta Marcos Ferrari, da Conexis Brasil. Ele observa que, o Fistel, por exemplo, que é taxado por um valor fixo, implica que todos pagam a mesma coisa, seja um usuário de pré-pago do celular ou de um cliente de plano pós-pagos.

PUBLICIDADE

 

Anterior Claro e Google irão doar 1500 celulares com pacote de dados para pessoas com deficiência visual
Próximos OCDE sugere fusão e depois extinção dos fundos setoriais