Operadoras vão investir US$ 193 bilhões na AL até 2020


As operadoras de telefonia móvel vão investir US$ 193 bilhões em infraestrutura de rede até 2020, na América Latina. O dado foi divulgado hoje (25) pela GSMA, associação mundial das operadoras de telefonia móvel, e faz parte do relatório Mobile Economy.

O levantamento compila uma série de dados sobre o estado da telefonia móvel na região. As despesas de capital (capex) das operadoras totalizaram mais de US$ 96 bilhões nos últimos seis anos (2008-2013) e os níveis de investimento tendem a aumentar substancialmente nos próximos anos para acomodar o aumento do tráfego de dados, principalmente à medida que as implantações da rede 4G se aceleram.

PUBLICIDADE

Em 2013, a indústria móvel contribuiu em 4,1% para o Produto Interno Bruto (PIB) da região, o equivalente a US$ 242 bilhões, e estima-se que a contribuição do ecossistema móvel aumentará para US$ 275 bilhões, representando, então, 4,5% do PIB regional projetado.

O setor empregou diretamente cerca de um milhão de pessoas na região em 2013, e sustentou outro um milhão de empregos indiretos em outros setores na economia. A contribuição total para o financiamento público via tributação em 2013 foi de US$ 41 bilhões. Isto é adicional às contribuições geradas por meio de leilões de espectro, que totalizaram mais de US$ 4 bilhões em 2014, até esta data. Estima-se que a contribuição ao financiamento público (excluindo as taxas de espectro e outras taxas regulatórias) chegará a US$ 53 bilhões até 2020.

Regulação
O relatório explicitia ainda um aumento da regulação no setor. Segundo a GSMA, “a transição para a era IP está desafiando a sustentabilidade dos modelos de negócios das operadoras, enquanto a demanda crescente por dados móveis está exercendo pressão sobre as redes e, em alguns casos, até afetando a qualidade do serviço”. Ao mesmo tempo em que as operadoras se sentem desafiadas a diversificar os serviços, a intervenção regulatória aumentou e os reguladores, “muitas vezes, favoreceram as soluções políticas ao invés das soluções técnicas”. O relatório completo pode ser acessado aqui.

Anterior TIM e TV Alphaville começam a vender TV paga em fevereiro
Próximos NeoTV vai negociar link para ISPs