Operadoras de banda larga fixa continuam dentro das metas estabelecidas pela Anatel em junho


As prestadoras do Serviço de Comunicação Multimídia avaliadas alcançaram as metas estabelecidas na regulamentação da banda larga fixa da Anatel para os indicadores de velocidade instantânea e velocidade média em junho. Mas os dados indicam uma leve redução nos resultados alcançados no mês anterior. As medições foram feitas nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

No indicador de velocidade instantânea – obrigação de as prestadoras garantirem que a velocidade aferida em pelo menos 95% das medições atinjam 20% da velocidade contratada -, alcançados no último mês em Minas Gerais, a GVT teve o melhor resultado, em 100% das conexões. A NET atendeu a meta em 97,86% dos contratos, enquanto a CTBC atendeu em 96,14% das conexões e a Oi, em 96,08%.

No Paraná, a NET é a líder, garantido a velocidade instantânea estabelecida em 100% dos contratos, seguida da Sercomtel, que atingiu a meta em 99,47% das conexões. A GVT ficou em terceiro lugar, assegurando a velocidade exigida em 98,97% e a Oi, em 96,09% dos contratos.

PUBLICIDADE

No Rio de Janeiro, a GVT lidera com 99,29% dos contratos dentro da meta estabelecida. A NET atende a velocidade instantânea em 97,81% das conexões e a Oi, em 96,47%. Em São Paulo, a disputa é mais acirrada. NET e CTBC garantem a velocidade instantânea estabelecida em 99,84% dos contratos. A Vivo, em 99,56%; Ajato, em 99,36% e a GVT, em 99,34%.

No indicador de velocidade média – obrigatoriedade de as prestadoras garantirem que a velocidade média aferida durante o mês atinja no mínimo 60% da velocidade contratada, a GVT alcançou a meta em 100,33% em Minas Gerais; 97,24% no Paraná; 98,46% no Rio e 97,46% em São Paulo.

A NET entregou a velocidade média em 98,93% dos contratos em Minas Gerais; 102,46%, no Paraná; 98,38% no Rio e 101,58% em São Paulo. A Oi atendeu a meta em 83,55% dos contratos em Minas Gerais e no Paraná e 77,24% no Rio.

A Vivo obteve a velocidade média em 91,59% dos contratos em São Paulo. E Ajato, em 84,14% das conexões que oferta no mesmo estado.

A CTBC garante a velocidade média exigida em 86,53% dos contratos em Minas e em 96,57% das conexões em São Paulo. A Sercomtel garante 96,47% da velocidade média no Paraná.

Ainda de acordo com os dados divulgados nesta sexta-feira (26) pela Anatel, a grande maioria dos planos das operadoras avaliadas tem velocidades acima de 2Mbps.(Da redação)

Anterior Exército quer apoio do Minicom para conectar hospitais
Próximos Receita da SES cresce 9,3% em mercados emergentes