Operadoras de África, Ásia-Pacífico e Oriente Médio adotam padrão da Ericsson para internet das coisas


A Bridge Alliance, grupo formado por 36 operadoras móveis de África, Ásia-Pacífico e Oriente Médio, resolveu adotar a plataforma de internet das coisas desenvolvida pela Ericsson. Chamada de Device Connection Platform (DCP), o uso em comum deve levar a redução de custos e permitir que uma mesma empresa implemente redes em mais de um país.

“A parceria com os membros da Bridge Alliance para implantar a DCP da Ericsson é um marco importante para tornar a adoção de serviços celulares em dispositivos da IoT economicamente viável para fabricantes de dispositivos originais e empresas”, diz Anders Lindblad, vice-presidente da Unidade de Cloud e IP da Ericsson, em comunicado à imprensa.

Entre as economias possíveis está o uso de um cartão SIM global, além ganhos com níveis de serviços e processos de negócios harmonizados. Elas também podem utilizar o acesso aos serviços de consumidores da DCP para gerenciar novos modelos de negócio B2B2C.

PUBLICIDADE
Anterior Positivo anuncia smartphone com processador de oito núcleos
Próximos TIM cria plano corporativo com pacote de internet compartilhado