PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Infraestrutura

“Operação da Infovia 00 garante que outros trechos serão levados adiante”, diz diretor-geral da RNP

Nelson Simões afirma que infraestrutura subaquática mostrou viabilidade técnica e econômica e que novo governo aprova continuidade do programa Norte Conectado
Nelson Simões, da RNP, se mostra satisfeito com resultados da Infovia 00
Nelson Simões, diretor-geral da RNP; sucesso da Infovia 00 deve estimular construção de outros trechos (crédito: Eduardo Vasconcelos/TeleSíntese)

O sucesso da implantação da Infovia 00, em operação desde junho do ano passado, deve servir para que os demais trechos do projeto Norte Conectado saiam do papel e, assim, providenciem conectividade de qualidade a regiões isoladas da Amazônia, diz o diretor-geral da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), Nelson Simões.

Segundo ele, a infraestrutura subaquática mostrou sua viabilidade técnica e econômica. “O fato de estar em operação nos dá a garantia de que outras infovias serão levadas adiante”, afirmou Simões, em entrevista ao Tele.Síntese, nesta quarta-feira, 29, durante a realização do 10º Encontro com Fornecedores e Parceiros da organização social, em Campinas (SP).

Considerada um projeto-piloto do programa Norte Conectado, a Infovia 00 se estende de Macapá (AP) a Santarém (PA), com aberturas nos municípios paraenses de Almeirim, Monte Alegre e Alenquer. São 770 km de cabos de fibra óptica subfluvial, com capacidade de levar internet de alta velocidade a aproximadamente 1 milhão de habitantes da região.

Inicialmente, seis empresas tinham sido selecionadas para formar o consórcio do operador neutro. No entanto, outras seis companhias foram integradas ao grupo após a reabertura do processo, ainda no ano passado.

O diretor-geral da RNP ressaltou que o modelo se mostrou favorável pelo baixo impacto ambiental e pelo envolvimento do setor privado, além de prover infraestrutura de rede à região da Amazônia, carente de conectividade.

“Diria que podemos olhar para frente – três ou quatro anos – e dizer que teremos uma solução excelente para a Amazônia, já está em marcha, já tem os atores, o financiamento e uma liderança de política pública para implantá-la”, reforçou.

Além disso, Simões frisou que o governo Lula sinalizou pela continuidade do programa. Desse modo, o diretor-geral da RNP se mostrou confiante no que diz respeito à instalação da infraestrutura e à formação de consórcios para as demais infovias previstas para a região Norte do País.

“A expectativa é de que, se tudo der certo, em três anos, teremos uma infraestrutura em larga medida. É possível fazer isso no prazo de três ou quatro anos”, ratificou.

Infovia 01

No início deste mês, a infraestrutura da Infovia 01, cujo cabeamento vai de Santarém (PA) a Manaus (AM), foi entregue ao Estado. A construção foi executada pela Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV (EAD Digital). A seleção de empresas para constituir o operador neutro ficou sob a responsabilidade da RNP.

Durante painel do evento realizado em Campinas, Eduardo Grizendi, diretor de Engenharia e Operações da RNP, indicou que os provedores devem começar a utilizar a infraestrutura nos próximos meses.

“A [Infovia] 01 está finalizada, pronta, entrando em operação neste semestre. Os provedores devem começar a fazer uso até junho”, pontuou.

*O jornalista viajou a Campinas a convite da RNP

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.