Opera lança versão do Crypto Browser para iOS


Opera Crypto Browser ganha versão para iOS - divulgação
Opera Crypto Browser ganha versão para iOS – divulgação

A Opera anunciou nesta segunda, 18, o lançamento da versão iOS para o Crypto Browser Project. A solução faz parte de integração inicial do Crypto com Windows, Mac e Android, e serve para incentivar a adoção em massa da Web3.

Segundo a empresa, a versão beta iOS do Opera Crypto Browser segue o padrão dos lançamentos de janeiro deste ano para Mac, Windows e Android.

PUBLICIDADE

O navegador Opera é adaptado às necessidades dos novos adeptos de criptomoedas e também dos veteranos. O foco do Crypto Browser Project é uma experiência simplificada em aplicativos descentralizados (dApps), jogos e plataformas do metaverso.

O navegador também apresenta um agregador de notícias e de dados chamado de Crypto Corner, uma página inicial focada em informações e atualizações criptográficas ao vivo, preços de ativos criptográficos e taxas de gás, bem como eventos criptográficos, lançamentos aéreos e até podcasts.

Web3

De acordo com a Opera, a Web3 está ganhando força, com um recorde de 34 mil desenvolvedores que ingressaram no espaço em 2021 para trabalhar em um número cada vez maior de Apps, mas a experiência para usuários tem sido, no entanto, pouco intuitiva. Além disso, na maioria das vezes não existe otimização para usuários de iOS, daí a necessidade e o surgimento da nova solução.

No Opera Crypto Browser, os usuários obtêm acesso a uma carteira de criptografia integrada sem custódia que suporta os ecossistemas de blockchain Ethereum, Polygon e Celo, sendo que existem mais integrações de blockchains previstas.

Recursos

Os principais recursos do navegador incluem uma carteira de criptomoedas sem custódia com a capacidade de comprar criptomoedas com moeda fiduciária, enviar, receber e trocar os tokens de qualquer blockchain suportado.

O projeto Crypto Browser apresenta recursos avançados, como um bloqueador de anúncios e rastreadores nativos, bloqueador de pop-ups e um bloqueador de diálogo de cookies intuitivo. Também está incluída a proteção de mineração de criptomoeda, bloqueando qualquer script de ‘criptojacking’ que possa comprometer dispositivos iOS e diminuir o seu desempenho.

O Browser ainda possui acesso direto a trocas descentralizadas, NFTs baseados em Web3 e dApps de jogos – incluindo mais de 7.000 serviços baseados em blockchains Polygon.

A Web3 pode ser acessada tão facilmente quanto é acessar qualquer site na Web2 e o navegador no iOS também aumenta a capacidade de restaurar qualquer carteira compatível com Ethereum Virtual Machine (EVM) por meio da carteira nativa do Opera.

PUBLICIDADE
Anterior 5G: Emissoras públicas querem 18 meses para migrar sinal para satélite
Próximos RNP cria ferramenta de cadastro de pesquisa do patrimônio genético