Oi vende operadora do Timor Leste


marco-schoroeder-oi-ceoA Oi vendeu a Timor Telecom, operadora do país asiático Timor Leste na qual tinha participação. A concessionária brasileira vai receber US$ 36 milhões pelo ativo. A compradora, Investel Communications, se comprometeu ainda a pagar US$ 26 milhões em dívidas da Timor Telecom com o grupo Oi. Ou seja, se concretizada, a transação pode render à operadora o equivalente a R$ 206 milhões.

A transação foi informada pela Oi ao juízo da 7a Vara Empresarial do Rio de Janeiro, tribunal onde corre seu processo de recuperação judicial. A Justiça precisa autorizar a venda para que seja concluída. A venda da operadora timorense já era tida como certa pelos executivos da companhia brasileira, e aparecia inclusive como ativo a ser vendido nos balanços divulgados este ano.

Recuperação
Em entrevista ao jornal britânico Financial Times, o CEO da Oi, Marco Schroeder (foto), disse que os credores estão propensos a aceita a troca de dívida por equity na companhia. Segundo ele, os donos de títulos da concessionária estão no momento em debate sobre o valor a ser trocado e teriam sinalizado positivamente para a conversão de R$ 32 bilhões da dívida de R$ 65 bilhões em ações. O restante seria convertido pela operadora em títulos com validade de dez anos.

PUBLICIDADE

A proposta difere do plano de recuperação apresentado pela Oi em setembro, que previa um desconto de 70% no pagamento aos credores e previa a manutenção das fatias acionárias dos atuais acionistas. Proposta duramente criticada pelos bondholders.

Na entrevista ao FT, Schroeder descarta benefícios na entrada de novos investidores na Oi, como, por exemplo, aporte do egípcio Nagib Sawiris – cuja proposta deverá ser divulgada ainda este ano. “Não vejo uma solução automática para a dívida com a aparição de um investidor”, teria dito o CEO. (Com agências internacionais)

Anterior Anatel vai manter observador no conselho da Oi, diz Kassab
Próximos Nokia volta aos celulares com aparelho de US$ 26