Oi simula invasão hacker para testar vulnerabilidade


Crédito: divulgação
Crédito: divulgação

Um serviço que simula invasão hacker para testar nível de vulnerabilidade das empresas é a nova oferta da Oi Soluções para o mercado. O Pentest (Penetration test), ou teste de intrusão, verifica suscetibilidade dos sistemas de segurança, identificando falhas para evitar ataques reais.

O serviço da Oi que simula ataques hackers para avaliar a eficácia dos sistemas de segurança contra uma invasão está disponível em dois formatos: análise das fraquezas que determinam o nível de exposição da infraestrutura na internet, e análise de vulnerabilidades específicas de aplicações web.

PUBLICIDADE

Após a realização do teste de intrusão, é possível avaliar os riscos associados às potenciais falhas de segurança para auxiliar na tomada de decisão sobre medidas eficazes de proteção e prevenção de ataques ou violações de segurança.

“Com o avanço da digitalização, os ataques virtuais cresceram de forma exponencial, aumentando os riscos de prejuízos às empresas. Para evitar a paralisação dos negócios, proteger os dados, evitar danos à imagem e estar em dia com as normas de segurança, é importante adotar medidas de prevenção para agilizar a identificação de brechas de segurança, e o Pentest é o serviço mais indicado para isso”, diz Patrícia Araujo, gerente de produtos de segurança cibernética da Oi Soluções.

Dia zero

O serviço é complementar à solução análise de vulnerabilidade, que é responsável pelo mapeamento das vulnerabilidades conhecidas por criticidade. O teste de intrusão é feito por uma equipe de Red Team, com objetivo de identificar as vulnerabilidades de dia zero, termo utilizado para se referir às vulnerabilidades recentemente descobertas.

A Oi Soluçōes tem projetos integrados de Segurança, Cloud, UC&C (Unified Communications and Collaboration), IoT, Big Data & Analytics, Aplicações Digitais e Serviços Gerenciados, além de dados, internet e voz via fibra ótica.

Mais de 1.500 executivos ficam disponíveis para atender exclusivamente o segmento corporativo. A carteira de clientes é composta por 40 mil empresas dos mais variados setores.

No final do ano passado, a Oi Soluções instalou serviços IoT na sede do governo de São Paulo.

 

PUBLICIDADE
Anterior Para Abrint, novo PGMC deve resolver acesso a postes e a espectro
Próximos Teles do Brasil querem que as big techs paguem pelo investimento em infraestrutura