Oi prevê dobrar base de clientes em fibra e lançará planos de 1 Gbps em 2021


Empresa quer terminar 2021 com quase 4 milhões de assinantes e 15 milhões de HPs. Operadora vai adotar tecnologia XGS-PON e transformar pontos corporativos de acesso dedicado em pontos capazes de atender até 64 clientes simultaneamente para aumentar a velocidade da expansão da rede.

A Oi anunciou hoje, 8, seus planos de expansão em fibra óptica para 2021. A meta é lançar a Oi Fibra em 94 novas cidades, em todas as regiões do país, e ampliar o atual número de 134 municípios atendidos com Fiber To The Home (FTTH) para 228 municípios.

A companhia planeja elevar o número de residências e empresas aptas a contratar sua internet de fibra ótica (HPs), que atualmente é de 8,7 milhões de endereços, para mais de 14,5 milhões, até o final de 2021.

PUBLICIDADE

A empresa vai ainda aprofundar sua estratégia de reuso de fibra, que consiste em expandir a rede de acesso reutilizando os anéis ópticos de backbone que já possui.

Além desse modelo, a companhia vai reutilizar os pontos de acesso hoje únicos vendidos ao mercado corporativo, fazendo com que cada um desses pontos possa atender não apenas um cliente, mas 64 na mesma região. Para tanto, aposta na tecnologia XGS-PON combinada ao WiFi 6.

Os executivos da tele detalharam inclusive o ritmo de expansão por região do país. Como explicou Bernardo Winik, vice-presidente de Clientes da Oi, praticamente todos os estados vão registrar continuidade do forte crescimento da infraestrutura. Entre os citados estão Minas Gerais, Ceará e Bahia.

Na imagem, as regiões são classificadas pela Oi como: CO (Centro-Oeste), MN (Minas Gerais e Sul do Nordeste), NN (Restante do Nordeste e Norte), RJ (Rio de Janeiro), Sul (RS, SC e PR)

5ª geração da fibra

A companhia está participando de um grupo mundial, liderado pelo ETSI, de padronização e criação de um serviço de fibra de 5ª geração, chamado de F5G. Como parte dessa evolução, a Oi pretende lançar no primeiro semestre de 2021 a mais nova tecnologia de internet fixa, o XGS-PON.

A Oi vai começar a vender planos com taxas de transmissão de dados superiores a 1 Gbps por cliente, podendo alcançar até 10 Gbps por cliente. O valor não foi ainda revelado. Pilotos já estão acontecendo no Rio de Janeiro e a expectativa é que o lançamento comercial de 1 Gbps se dê já em janeiro de 2021.

Segundo a empresa, a ideia é vender a velocidade juntamente com um serviço de otimização do WiFi, que melhora o desempenho da rede sem fio dentro da casa do cliente.

Para fazer essa implantação XGS-PON a Oi vai recorrer aos equipamentos de Nokia e Huawei. Segundo José Cláudio Gonçalves, o Naval, vice-presidente de operações e tecnologia da Oi, a intenção não depende unicamente de um só fabricante. “Pretendemos usar todo o parque de fornecedores, Nokia, Huawei, de forma que tenhamos equilíbrio na nossa planta”, afirmou.

Anterior Anatel publica ato para aplicação imediata de R$ 658 milhões para a TV digital
Próximos Anatel abre consulta pública sobre importação de produtos para telecomunicações