Oi pede que indicadores de qualidade observem critério regional


Foto: Felipe Canova Gonçalves

Ao participar do debate sobre os critérios de avaliação da qualidade dos serviços de telecom no 46º Encontro Tele.Síntese, que se realiza em Brasília, o gerente de qualidade regulatória da Oi, Carlos Vasconcelos Galvão, defendeu que o novo regulamento de qualidade deve levar em conta a sustentabilidade do modelo, o critério regional, a definição dos melhores indicadores e um sistema de coleta de dados que seja transparente.

Segundo ele, a Oi vem apresentando uma melhoria em seus indicadores de qualidade. No caso da rede móvel, os dados do terceiro trimestre deste ano indicam uma queda de 21% nas reclamações em relação a igual período do ano passado; uma queda de 66% no nível de congestionamento da rede (indicador interno da empresa) e redução de 86% do número de municípios considerados críticos na rede 2G.

PUBLICIDADE
Anterior Adoção do ran sharing não afetou a qualidade
Próximos Novo serviço da Nextel elimina contato entre cliente e atendimento da operadora