Oi investe em soluções digitais para megaeventos


A Oi demonstra a partir desta quinta-feira, 25, que quer se consolidar no país como principal operadora de megaeventos, em sua 36ª participação em atividades desse porte desde 2010. Até domingo, será responsável por monitoramento de rede, TI e segurança dos 25 mil visitantes diários previstos para 3º Game XP, o maior torneio de jogos eletrônicos da América Latina. E traz a experiência da realidade aumentada, em que o usuário interage com imagens como se estivessem na sua frente.

PUBLICIDADE

Com as soluções, será possível o visitante, por meio de aplicativo, saber, por exemplo, qual banheiro mais próximo tem menor visitação e quais áreas como mais concentração de pessoas em tempo real. Essas consultas poderão ser feitas porque a grande maioria dos visitantes vai usar o sinal WiFi oferecido pela empresa no evento.

“Aqui é uma espécie de vitrine de soluções que podemos oferecer para o mundo corporativo, como, por exemplo, um supermercado quer saber as áreas de produtos mais procuradas pelos consumidores”, afirmou o  diretor de Marketing do Corporativo da Oi, Rodrigo Shimizu.

Com salas de controle localizadas no Game Park e no CGR (Centro de Gerência de Rede), no Rio de Janeiro, a empresa disponibiliza links de dados de altíssima capacidade (12 Gbps), 26 km de fibra óptica, antenas para reforço da cobertura móvel 3G e 4G, e Oi WiFi com capacidade para 300 mil conexões simultâneas com 140 antenas para o público e também para a própria Game XP.

Ao todo, são mais de 300 equipamentos instalados pela Oi para garantir a conectividade com alta velocidade e robustez ao evento. Assim, promete monitorar a rede, energia e temperatura para intervenções imediatas, como alternativas e correções, além de sistema de telepresença e reconhecimento facial para acesso a  áreas restritas.

A experiência de realidade hiper-aumentada apresentada pela operadora está em um dos principais centros de concentração do evento. Ao chegar ao estande, o visitante recebe um par de óculos de realidade virtual e um fone.  Faz um passeio com uma vista do evento. Para os pouco acostumados, a experiência dá calafrios com a degustação de um visual impressionante em imagens captadas por um drone. Nos próximos eventos, a ideia é levar a hiper-realidade para os games.

Mundo corporativo

Para o diretor de Infraestrutura da Oi, Gustavo Brambila, a participação da operadora no evento é como se fosse uma prova de Fórmula 1. “Colocamos em prática as experiências mais inovadores para depois demostrar que podem servir para o mundo corporativo e para o usuário final”, detalhou. No evento, a empresa vai apresentar experiência com  o Oi Fibra e Internet 5G.

A companhia é parceira da Game XP pelo terceiro ano consecutivo, além de haver participado grandes eventos nacionais e internacionais, a exemplo do Rock Rock in Rio e a Conferência Rio+20. “Na Game XP do ano passado, por exemplo, registramos o tráfego total de 34,2 terabytes, superando o volume da final da Copa do Mundo 2014. A Oi tem a maior de rede de transporte do Brasil, com mais de 360 mil km de fibra, com alta capacidade, o que nos garante um diferencial competitivo, tanto para atender eventos e empresas, quanto para oferecer serviços ao cliente final”, destacou Brambila.

O jornalista viajou a convite da Oi

PUBLICIDADE
Anterior T-Mobile e Sprint conseguem vender ativos, pré-condição para fusão
Próximos Hiperinflação na Argentina afeta lucro da Telefónica no 2° tri