Oi escolhe nova diretora financeira: Cristiane Sales


A dança das cadeiras segue quente nesta semana entre as empresas do setor. Oi informou ao mercado na noite de ontem, 31, que já escolhe uma nova diretora financeira e de relações com investidores. O conselho da companhia aprovou a condução de Cristiane Barretto Sales, ex-Claro, aos cargos, deixados vagos esta semana com a saída de Camille Loyo Faria, contratada pela TIM.

PUBLICIDADE

Sales vai se reportar diretamente a Rodrigo Abreu, presidente da Oi. Com mais de 30 anos de atuação financeira em grandes empresas nacionais e multinacionais públicas e privadas, e com grande experiência no setor de telecomunicações, ela ocupava a posição de Diretora Executiva de Planejamento e Gestão Financeira na Claro Brasil.

Antes disso, a executiva ocupou as posições de Conselheira de Administração e CFO da Liq (antiga Contax), onde coordenou o início do processo de reestruturação financeira da companhia, tendo atuado, ainda, por 15 anos no grupo Telefonica/Vivo, onde iniciou como Diretora Financeira da Tele Leste Celular Participações para as operações da Bahia e Sergipe, e ocupou na sequência, já como Vivo Brasil, os cargos de Diretora de Orçamento e Controle de Gestão, Vice Presidente Executiva de Finanças Planejamento e Controle, Diretora executiva de Controladoria, Diretora Executiva de Estratégia e Relação com Investidores e Vice-Presidente de Gestão de Clientes, Estratégia e Qualidade.

Sales iniciou a sua carreira na Arthur Andersen, onde atuou por 10 anos, chegando à posição de Gerente Senior de Auditoria. É formada em Administração de Empresas pela Universidade Salvador, e possui MBAs com ênfase em telecomunicações pela Fundação Getúlio Vargas e pela IESE Business School da Universidade de Navarra, na Espanha.

“Como CFO, a Sra. Cristiane será responsável pela continuidade da implementação da estratégia financeira da Companhia e foco na execução de seu plano de transformação, com ênfase na otimização e simplificação de suas operações, na implementação de uma nova disciplina financeira e na conclusão de todas as operações extraordinárias ora em andamento, de forma alinhada com o plano estratégico da Oi”, afirma a companhia no comunicado ao mercado.

Anterior Câmara aprova em 2º turno PEC que inclui a proteção de dados pessoais na Constituição
Próximos Ciberataques cresceram 23% no Brasil