Oi contesta afirmação de bondholders de que estaria perdendo mercado


oismartappp-01A Oi emitiu comunicado à imprensa no qual evita se posicionar sobre a petição feita pelo grupo Ad Hoc de bondholders, que exigem uma audiência com mediação judicial. “A Oi não vai comentar a petição pois não recebeu notificação da Justiça nem teve acesso aos documentos”, resume.

No entanto, a companhia rebate as observações de que estaria perdendo oportunidades enquanto não detalha o plano de recuperação. Afirma que está comprometida com a qualidade dos serviços e vem obtendo resultados positivos.

PUBLICIDADE

“Em janeiro deste ano, a companhia reduziu em 56% as entradas de processos nos Juizados Especiais Cíveis (JECs) frente ao mesmo mês do ano passado. As reclamações contra a companhia no call center da Anatel caíram mais de 20% na mesma comparação. Já as reclamações nos Procons recuaram 15% em janeiro deste ano, ante janeiro do ano passado. Na comparação entre o quarto trimestre de 2016 e igual período de 2015, a companhia reduziu em 57% o número de novos processos nos JECs. No call center da Anatel, a queda no volume de reclamações foi de 18%. Nos Procons, as reclamações também caíram 18% na comparação entre estes trimestres”, elenca, para mostrar melhora na relação com o consumidor.

Em relação ao market share, afirma que a estratégia mudou nos últimos anos, e passou a ter foco na receita média por usuário e consequentemente o aumento da rentabilidade, “mantendo um nível adequado de participação de mercado para garantir o futuro da companhia”.

Para isso, vem investindo na convergência de serviços, “o que aumenta a fidelização dos clientes e melhora a rentabilidade”, além de ter realizado limpeza de base. “O objetivo da política de desconexão de clientes inativos da base é reduzir custos e melhorar margens. Resultados positivos desta estratégia foram informados ao mercado no último balanço divulgado pela companhia, referente ao terceiro trimestre de 2016, em que a Oi registrou aumento na receita de dados no segmento de mobilidade pessoal, com crescimento de 20,5% em relação ao terceiro trimestre de 2015. Excluindo a receita de interconexão (impactada pelo corte nas tarifas de VU-M ocorrido em fevereiro de 2016), o ARPU móvel registrou crescimento de 5,1% no terceiro trimestre de 2016 na comparação anual”, frisa.

A companhia também rebate a crítica de que estaria investindo menos que os concorrentes. “O investimento total realizado pela companhia entre janeiro e setembro de 2016 foi de R$ 3,4 bilhões, 14% superior ao mesmo período do ano anterior”, finaliza. A empresa divulga amanhã, após o fechamento do mercado financeiro, seus resultados referentes ao quarto trimestre e do ano de 2016.

PUBLICIDADE
Anterior Bondholders elevam o tom e pedem audiência com a Oi na Justiça
Próximos Greve cancela lançamento do satélite brasileiro. Nova data não foi definida