Oi capta R$ 6,25 bilhões , dentro das expectativas da companhia


A Oi conclui ontem à noite sua oferta de ações ao mercado com a captação de R$ 6,25 bilhões. Esses recursos, somados aos R$ 2 bilhões de aporte de um fundo gerido pelo BTG pactual e acionistas brasileiros e aos R$ 5,7 bilhões que virão da incorporação dos ativos da Portugal Telecom, totalizam um aumento de capital de cerca de R$ 14 bilhões. Em linha com o que estava estimado pela empresa.

Segundo informações da companhia, ela conseguiu vender a totalidade das ações do lote principal e boa parte do suplementar, As ações preferenciais foram vendidas a R$ 2 e as ordinárias foram colocadas a R$ 2,17.

O BTG Pactual liderou a operação e outros 13 bancos participaram da oferta, atentida principalmente por fundos estrangeiros globais e de telecomunicações. O BTG confirmou um aporte de R$ 500 milhões, já anunciados anteriormente; os sócios brasileiros Andrade Gutierrez, La Fonte e Fundação Atlântico (dos funcionários da Oi) aportaram outros R$ 500 milhões; o BNDES entrou com R$ 700 milhões; e os fundos de pensão Previ e Petros (a Funcef ficou fora), com R$ 300 milhões.

O próximo passo do processo de reestruturação da Oi é a fase de incorporações e integração de ativos.

Anterior Saúde vai abrir sistemas do DataSUS para os municípios a partir de junho
Próximos Telefónica contrata plataforma de geolocalização para publicidade móvel