Oi ativa rede 4,5G em quatro cidades de MG, incluindo a capital


A Oi ativou sua rede móvel LTE-Advanced, comercialmente chamada de 4,5G, nas cidades mineiras de Belo Horizonte, Diamantina, Nova Porteirinha e Pouso Alegre. Com isso, a empresa passa a ter rede do tipo em 13 cidades de Minas Gerais. Além das quatro novas, já operava com a tecnologia em Bocaiuva, Buenópolis, Corinto, Divinópolis, Francisco Sa, Ipatinga, Janaúba, Montes Claros e Varginha.

PUBLICIDADE

O investimento na melhoria da rede móvel faz parte do plano estratégico de turnaround do grupo, anunciado em julho de 2019. O foco do plano recai sobre a construção de redes de acesso em fibra óptica, mas prevê a migração da tecnologia 2G e 3G para 4G.

Independente do plano estratégico, a Oi vem negociando com TIM e Vivo a venda da unidade de telefonia móvel. Caso a venda se confirme, a concessionária passará a focar a banda larga fixa. O negócio ainda não tem previsão para ser concretizado. Vivo e TIM estão realizando a auditoria (due dilligence) dos ativos móveis da Oi antes de fazer uma proposta firme. A transação também vai exigir escrutínio concorrencial do Cade e aval da Anatel.

Disputa de preços

Enquanto isso, a Oi segue com o seu plano de transformação em curso. A iniciativa de atualização da rede móvel aumenta a velocidade de download e upload para os clientes da empresa nestes novos municípios. O 4,G une diferentes frequências para acelerar a transmissão de dados. Em MG, a Oi tem espectro em 850 MHz, 1,8 GHz e 2,1 GHz. A companhia investiu mais de R$ 685 milhões em Minas Gerais em 2019, um aumento de 34% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Para abocanhar market share, especialmente no pós-pago, a empresa apresenta planos agressivos. A empresa está vendendo, nestas cidades, plano com 50 GB de dados, acesso aos serviços de streaming de vídeo Netflix e YouTube, de redes sociais Facebook e Instagram e de mensagens Messenger e WhatsApp, sem descontar da franquia, e ainda ligações nacionais ilimitadas, por R$ 100 ao mês.

Anterior Vivo também prorroga abertura de canais até 31 de maio
Próximos STJ suspende ações que pedem manutenção do serviço de telecom a inadimplentes