Oi admite que há outros interessados na PT Portugal, além da Altice


A Oi já recebeu sondagens para a compra da PT Portugal, inclusive da empresa francesa Altice, porém afirmou que até a presente data não recebeu qualquer oferta de compra desse ativo para que pudessem eventualmente apresentar propostas. E mais: ressaltou que não existe decisão visando à alienação de tais atividades, ou de seus ativos em Portugal.

Segundo o comunicado divulgado pela companhia, os contatos foram feitos com o Banco BTG Pactual, “assessor financeiro contratado como comissário para desenvolver alternativas viáveis de estruturas e de funding para propiciar uma participação da Oi como protagonista na consolidação do setor de telecomunicações no Brasil”, diz a nota.

PUBLICIDADE

A Oi disse também que não teve como apurar se efetivamente ocorreram reunião ou reuniões entre a empresa Altice e o governo português ou com “acionistas da Oi”, conforme afirma matéria do jornal O Estado de S. Paulo, que gerou o pedido de informações da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O jornal português de Negócios adiantou que os suíços da Springwater, depois de terem adquirido a ES Viagens, do Grupo Espírito Santo, também admitem olhar para o negócio, uma vez que o setor das telecomunicações seria uma opção de investimento em Portugal. “O co-fundador da empresa confirmou que a venda da PT Portugal seria um negócio a analisar”, afirma o jornal.

Anterior Paulo Bernardo vai se reunir com Oi e acha que fusão deve ser analisada de acordo com a lei
Próximos Telefónica alerta para a baixa sustentabilidade das operações móveis