O melhor caminho para migrar tecnologias do 4G para o 5G


O melhor caminho para migrar tecnologias do 4G para o 5G | Credito: Ciena
Credito: Ciena

As estações radiobase do 4G e 5G coexistirão por muitos anos e as redes deverão suportar esses dois padrões. O melhor e mais rentável design para isso é por meio de uma rede de transporte aberta, interoperável e convergente: o xHaul. O xHaul refere-se a redes de transporte fronthaul, midhaul e backhaul que interconectam as redes 4G e 5G entre si e à rede principal e, por fim, aos datacenters, onde o conteúdo acessado é hospedado.

Durante a migração do 4G para o 5G, os novos roteadores abertos e programáveis da Ciena são grandes aliados, porque permitem serviços com fatiamento de rede e/ou fatiamento de rede com FlexEthernet (do inglês soft slicing e hard slicing) em uma infraestrutura comum. Apostando nestes benefícios, a Ciena lançou a linha de roteadores 5130, 5164, 5166 e, em particular, o 5168, que habilita redes de acesso de rádio (do inglês RAN) com suporte para CPRI/eCPRI/RoE/ORAN, IP AdaptativoTM e agregação de alta densidade de 10/25GbE a 100/200GbE.

PUBLICIDADE

A infraestrutura, uma vez unificada, contribui para maximizar o retorno do investimento dos operadores, trazer inovação mais rápida, além de um ecossistema de fornecedores mais amplo e seguro.

Credito: Ciena

Inovador, o roteador 5168 destaca-se no mercado, sem concorrência direta, dado à sua seleção de funcionalidades. Os operadores, ao modernizarem as suas infra- estruturas com o 5168, mantêm os atributos das redes específicas por serviço e habilitam os benefícios da personalização através do fatiamento de rede e, com isso, o serviço final se adequa ao SLA desejado.

Além disso, o 5168 proporciona funcionalidades de analytics e inteligência de rede, bem como está preparado para ambientes com controle e automação via software.

Esta visão na Ciena foi denominada Rede Adaptativa — todo o portfólio, incluso o 5168, segue estes princípios. As redes fechadas e proprietárias ficaram no passado. Ao desafiar a maneira tradicional de se construir redes, a Ciena está ajudando os clientes a se beneficiarem de uma rede 5G mais aberta, automatizada e adaptativa.

PUBLICIDADE
Anterior Para MPF, municípios podem legislar sobre licenciamento e instalação de antenas
Próximos Saúde demora a admitir novo ataque hacker