O Brasil tem muito a crescer em pagamentos eletrônicos



Apesar de em 2019 60% das transações bancárias brasileiras tenham sido eletrônicas, o país tem ainda muito a crescer se for considerado o número de pagamentos eletrônicos em relação à população. Conforme Elias Sfeir, presidente da ANBC (Associação Nacional dos Bureaus de Crédito) no ano passado, o Brasil realizou apenas 166 pagamentos eletrônicos por habitante, enquanto em Singapura foram 831 pagamentos e nos Estados Unidos 495.

“O dinheiro precisa ser aceito socialmente, permitir a acumulação e facilitar as transações”, e por isso Sfeir aponta no grande potencial de crescimento do pagamento digital sem moeda.

PUBLICIDADE
Anterior O pagamento digital vai contribuir para a retomada da economia
Próximos Para a Oi, proibir Huawei no Brasil pode atrasar a 5G