Novo iOS funcionará em todos os dispositivos da Apple lançados desde 2013


A Apple e anunciou hoje (4), durante a WWDC, sua conferência de desenvolvedores, seu novo sistema operacional para dispositivos móveis, o iOS 12. A empresa promete uma série de melhorias de desempenho, como o dobro na velocidade de abertura aplicativos, melhor gestão do processamento. E que todos os iPhones, iPads e até iPods lançados desde 2013 serão compatíveis.

O sistema pode ser testado por desenvolvedores a partir de hoje. Até o final do mês, um beta será disponibilizado ao público. A versão final poderá ser baixada, gratuitamente, em setembro.

PUBLICIDADE

As grandes novidades são recursos para limitar o tempo gasto no celular. A ferramenta “Não Perturbe” agora tem um timer. Enquanto estiver acionada, as notificações não aparecem na tela do celular em descanso. Outra função nova é o grupamento de notificações, não apenas por aplicativo, mas por tema.

Por fim, foi criado um aplicativo, chamado Screen Time, que registra suas atividades no celular. Mostra o tempo de uso no smartphone, por aplicativo, e quantas vezes por hora o usuário pega o celular. Também permite limitar o tempo de uso de um aplicativo.

Outra função do limitador é o gerenciamento de outros dispositivos. É possível aos pais gerenciarem o tempo gasto no celular pelos filhos, além dos conteúdos que podem acessar. Um relatório para cada celular da família pode ser acessado pelo administrador.

Realidade Aumentada

A Apple também atualizou seu kit de desenvolvimento de aplicativos de realidade aumentada, o AR KIT 2. Passa a lidar com detecção 3D de objetos, detecção mais rápida de rostos, e criação de experiências compartilhadas, em que dois usuários conseguem compartilhar o uso de um mesmo aplicativo.

A Apple também fechou uma parceria com a Pixar e desenvolveu uma extensão própria para arquivos de realidade aumentada, chamada .USDZ. Já conseguiu apoio da Adobe, Autodesk, entre outras, para adotar a extensão. O novo tipo de arquivo armazena imagens tridimensionais e animadas.

Fotografia

A empresa também apresentou melhorias a seu aplicativo de fotos. O programa agora sugere fotos antes que buscas sejam feitas. A busca pode ser feita com base em eventos, localização, ou com vários termos de pesquisa simultaneamente.

Também ganhou recurso já conhecido dos usuários de Android, em que o sistema cria animações e álbuns automaticamente. Consegue, inclusive, identificar pessoas nas fotos e sugerir o compartilhamento com elas. Segundo a Apple, há criptografia fim a fim nesse processo para garantir a privacidade dos usuários. O sistema seria todo automatizado, sem qualquer intervenção humana.

Siri

A inteligência artificial da Apple ganhou atalhos. Será possível dizer “comprar meus vegetais”, que a Siri será capaz de fazer a encomenda online, com sua lista habitual de produtos comprados na quitanda. Também passou a ser capaz de identificar hábitos e sugerir ações preditivas. Por exemplo, reconhece que o usuário paga pelo café todas as manhãs, e exibe o cardápio pouco antes da hora habitual.

Facetime

A ferramenta de mensageria, VoIP e videochamada da Apple agora permite a realização de conferências em grupo, com até 32 videochamadas. Com capacidade de acrescentar efeitos em todos os vídeos transmitidos ao mesmo tempo. O sistema se encarrega de identificar quem está falando, ampliando sua imagem a tela.

Anterior Contrato das teles com Gesac vai sair, após o não do STF à Telebras
Próximos Balanço da mega operação antipirataria: Anatel apreende 25 mil equipamentos