Nova tecnologia do Bell Labs reduz má qualidade de streaming de vídeo em veículos em movimento


O Bell Labs, uma divisão de pesquisa da Alcatel-Lucent, anunciou hoje (17) uma nova tecnologia que reduz a probabilidade de má qualidade de streaming de vídeo em movimento, possibilitando uma melhoria de seis vezes em comparação aos níveis de streaming de hoje – sem consumir nenhuma capacidade de rede adicional. O Bell Labs teve a participação da net mobile AG, prestador de serviços móveis de valor agregado e soluções de pagamento, na realização da pesquisa.

A nova tecnologia – Context-Aware Video Streaming – baseia-se na solução Context-Aware Radio Access (CARA) do Bell Labs que, de acordo com a companhia, torna inteligente o uso das informações baseadas em localização, incluindo mapas de cobertura de rede e estrada, além de dados de desempenho de rádio, para oferecer algoritmos que predizem o posterior desempenho da rede. Baseado nesta previsão, mais segundos do vídeo são baixados para o dispositivo do consumidor nas áreas de boa cobertura antes que o veículo entre em uma área de pouca cobertura. Isso resulta em uma redução drástica no atraso do vídeo e a qualidade da experiência apresenta uma grande melhoria para o consumidor.

PUBLICIDADE

Os ganhos em qualidade foram avaliados durante test drives em Düsseldorf, na Alemanha, em uma rede móvel convencional. As rotas consistiam em rodovias, túneis e outras áreas típicas para os consumidores que viajam pela cidade em carros ou veículos de transporte público. Um vídeo mostra a diferença na qualidade do streaming de vídeo na estrada entre dois dispositivos, um com a tecnologia sensível ao contexto e outro sem ela. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Celular 4G cresce 45% em cinco meses no Brasil
Próximos Operadora virtual da Dinamarca oferece HBO no celular para enfrentar Netflix