Lucro da divisão de redes da Nokia despenca 61% no primeiro tri


A Nokia, que divulgou hoje o balanço financeiro para o primeiro trimestre do ano, obteve receitas de 3,2 bilhões de euros entre janeiro e março. O número é 20% mais alto que um ano antes. O lucro líquido aumentou 65%, para 181 milhões de euros.

Segundo a empresa, os ganhos no segmento de redes decepcionaram. A unidade Nokia Networks registrou faturamento 15% mais alto que no mesmo período de 2014, atingindo 2,67 bilhões. Mas o lucro operacional da área despencou 61%, para 85 milhões. A queda se deve a vendas menores em software, margem menor em sistemas de integração, impacto de acordos para entrada e alguns mercados, perdas cambiais, aumento do investimento em LTE, 5G e núcleo de nuvem, elencou a companhia.

PUBLICIDADE

O resultado foi compensado pelo crescimento de 90% da Here, que teve lucro operacional de 19 milhões de euros, e de 124% da Nokia Technologies, que teve ganhos de 193 milhões de euros.

No saldo final, a empresa conseguiu ampliar em 25% os ganhos dos acionistas no primeiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2014. “O bom crescimento da Nokia Networks foi minimizado pelo lucro insatisfatório”, resumiu o CEO da companhia, Rajeev Suri. Ele adota um tom vendedor ao falar da Here, divisão de mapas e georreferenciamento que pode ser vendida em breve. “Estou muito satisfeito com a performance da Here, e acredito que terá um futuro brilhante com a Nokia, ou nas mãos de outra empresa”, afirma.

Fusão com Alcatel-Lucent
Segundo Suri, Nokia e Alcatel-Lucent já se mobilizam para fundir as operações no mundo. “Estamos nos movendo rapidamente quanto ao plano integração, e já criamos uma estrutura dedicada a minimizar o impacto sobre os negócios existentes”, afirmou. A companhia deve pagar 15,6 bilhões de euros pela concorrente de origem francesa.

 

PUBLICIDADE
Anterior Ex-senador do Acre é cotado para a Anatel
Próximos Anatel pode liberar o aluguel de frequência