Nokia fornece solução oRAN para operadora japonesa


Nokia fornece solução oRAN para operadora japonesa

A Nokia irá fornecer sua solução oRAN fronthaul para a rede 5G da NTT Docomo, empresa de telefonia celular do Japão. De acordo com nota da fornecedora, a solução permitirá que a operadora selecione combinações independentes de software e hardware.

A parceria segue o trabalho da organização O-Alliance, que visa criar especificações comuns para interoperabilidade entre diferentes fornecedores. A Nokia saiu do grupo na metade deste ano, mas afirmou que iria continuar comprometida com a Open RAN.

Durante os testes em no laboratório da Dokomo, na cidade Yokosuka, a banda base da Nokia  5G O-RAN AirScale obteve sucesso ao integrar com unidades de rádio de terceiros. Segundo a fornecedora finlandesa, o conjunto apresentou mesmo nível de performance, funcionalidade e segurança que as unidades de rádio da Nokia.

“Open RAN irá enriquecer o ecossistema móvel com novas soluções e modelos de negócio e oferecer suporte a um ecossistema de multi-forcedores”, comentou o presidente de Redes Móveis da Nokia, Tommi Uitto.

Testagem da solução 25G PON da Nokia

A companhia, em conjunto com a provedora de fibra CityFiber, também testou, pela primeira vez em rede do Reino Unido, sua solução 25G PON inserida na 5G. A ferramenta visa impulsionar a banda larga entregue pela fibra óptica.

O teste ocorreu em 18 de novembro Universidade de Glasgow, na Escócia, onde as empresas instalaram três sites 5G com backhaul para o core. Além de fazer o transporte 5G na PON 25G, a mesma fibra executa o XGS-PON para levar o tráfego do escritório. Isso demonstra a coexistência de vários comprimentos de onda na PON.

A demonstração utilizou a rede para uma série de simulações. Isso inclui chamadas holográficas entre os prédios do campus, teleoperação de braço robótico e streaming de vídeo com resolução 8k. “Esse teste foi bastante encorajador. 25G PON será um transformador com redes de missão crítica 5G cada vez mais requerendo mais redundância”, disse o CEO da Nokia no Reino Unido, Phil Siveter. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Sky, Claro e Vivo liberam sinal de canais em dezembro
Próximos NAXI lança em Jaraguá do Sul Internet de 6000 MEGA