Nokia e Xiaomi assinam acordo de patentes


 

(Crédito: Shutterstock Gajus)
(Crédito: Shutterstock Gajus)

A Nokia e a Xiaomi anunciaram hoje, 5, que assinaram um acordo de colaboração comercial e um contrato de patente plurianual, incluindo uma licença cruzada para as patentes essenciais padrão de cada empresa. A Xiaomi também adquiriu ativos de patentes da Nokia como parte da transação.

“A Xiaomi é um dos principais fabricantes mundiais de smartphones e estamos muito satisfeitos por ter chegado a um acordo com eles”, disse Rajeev Suri, presidente e CEO da Nokia. “Além de acolher uma empresa de tecnologia global tão proeminente para a nossa família de licenciados de patentes, estamos ansiosos para trabalhar juntos em uma ampla gama de projetos estratégicos”.
No âmbito do acordo de cooperação comercial, a Nokia fornecerá equipamentos de infraestrutura de rede projetados para oferecer os requisitos de alta capacidade e baixa potência esperados pelos grandes provedores da web e pelos operadores de centros de dados. A Nokia e a Xiaomi trabalharão juntas em soluções de transporte óptico para interconexão de data center, IP Routing com base no recém-anunciado processador de rede FP4 da Nokia e uma solução de malha de centro de dados.

Além disso, as empresas concordaram em explorar oportunidades para uma maior cooperação, em áreas como Internet de Coisas, realidade aumentada e virtual e inteligência artificial.
Com presença em mais de 30 países e regiões, Xiaomi é conhecida por seus smartphones repletos de tecnologias inovadoras a preços disruptivos. Além dos smartphones, Xiaomi também é um líder do Internet of Things. A plataforma Mi Ecosystem IoT ultrapassou 60 milhões de dispositivos conectados, e agora há mais de 8 milhões de dispositivos conectados ativos diariamente na plataforma Mi Ecosystem.

PUBLICIDADE

“A Xiaomi está empenhada em construir parcerias sustentáveis e duradouras com líderes globais de tecnologia. Nossa colaboração com a Nokia nos permitirá aproveitar sua liderança na construção de redes grandes e de alto desempenho e força formidável em software e serviços, pois buscamos criar até mesmo produtos e serviços mais interessantes que oferecem a melhor experiência de usuário para nossos fãs da nossa plataforma Mi em todo o mundo”, disse Lei Jun, presidente e CEO da Xiaomi.(Assessoria der Imprensa)

Anterior Vivo Fibra já está em mais três cidades do interior de SP, com velocidades de até 300 Mbps
Próximos Logicalis compra a NubeliU, especializada em projetos em nuvem