Nokia deve cortar mais 1,7 mil postos de trabalho


Como parte do plano do corte de custos em pelo menos U$ 909 milhões (700 milhões de euros), a finlandesa Nokia, líder mundial da telefonia celular, anunciou a intenção de eliminar mais 1,7 mil postos de trabalho em todo o mundo. "Onde for possível, a Nokia fará consultas com os representantes dos trabalhadores sobre estes …

Como parte do plano do corte de custos em pelo menos U$ 909 milhões (700 milhões de euros), a finlandesa Nokia, líder mundial da telefonia celular, anunciou a intenção de eliminar mais 1,7 mil postos de trabalho em todo o mundo. "Onde for possível, a Nokia fará consultas com os representantes dos trabalhadores sobre estes planos", afirma o comunicado da empresa.

Em fevereiro, a empresa havia anunciado que planejava demitir mil funcionários em todo o mundo com saídas voluntárias, além do fechamento da fábrica de Jyväskylä, na Finlândia, até o fim de 2009. Nesta cidade, se concentram os trabalhos de desenvolvimento de produtos e marketing da companhia, que tem 320 empregados.

Ainda segundo a Nokia, a fábrica de Salo também será afetada, já que a companhia quer diminuir a produção nesta área e, para tanto, pretende promover mais demissões.

PUBLICIDADE

No início deste ano a maior fabricante mundial de telefones celulares já havia divulgado uma queda de 42% no lucro líquido do ano fiscal de 2008, ante o ano anterior, reforçando, a necessidade de redução de despesas. (Da redação, com agências internacionais)

Anterior Marca Oi começa a ser usada na região da BrT em abril
Próximos União Europeia decide dobrar investimentos em TICs