Nextel Brasil tem novo sócio


AINMT, da Noruega, compra 30% da operadora por US$ 50 milhões e condiciona aquisição de mais 30% por US$ 150 milhões à renegociação da dívida de Nextel Brasil com os credores locais. Novo investidor trará executivos para operação local, especializado em turnaround. Para o consumidor, foco será ofertas de dados.

Logo NextelA Nextel Brasil tem um novo acionista: a norueguesa AINMT Holdings. A empresa comprou 30% da operadora brasileira, por US$ 50 milhões (R$ 164 milhões). No contrato, firmou interesse em adquirir mais 30%, por US$ 150 milhões (R$ 492 milhões), até 15 de novembro. Ou seja, se exercer suas opções, a companhia europeia terá 60% da Nextel.

O anuncio da venda foi realizado hoje, 06, pela NII Holdings, atual controladora da Nextel Brasil. Segundo a companhia, o dinheiro vai reforçar o caixa da operadora, aumentando sua liquidez e permitindo novos investimentos em rede. O novo sócio já chega com interesse em reforçar a estratégia da tele em venda de planos com foco no consumo de dados.

PUBLICIDADE

“A Nextel Brasil reúne as condições ideais para a AINMT implementar seu modelo operacional já bem sucedido. As licenças que detém em múltiplas frequências e a base de 2,9 milhões de assinantes 3G/LTE no país são os alicerces sólidos para construir e expandir a rede LTE e atrair novos usuários de forma rentável”, diz J.D. Fouchard, CEO da AINMT.

Roberto Rittes, o CEO da Nextel Brasil, acredita que o investimento será importante para a retomada da empresa. “O investimento vai fortalecer nossa estratégia e criar opções operacionais”, afirma. A perspectiva é que a AINMT nomeie executivos na operadora para realizar um turnaround.

Embora a Nextel tenha registrado queda nas despesas e aumento no faturamento no último ano, continua com alto endividamento e em busca de renegociação com credores. A AINMT só vai exercer suas opções de compra adicional caso a renegociação da dívida seja bem sucedida. Toda a operação ainda precisa do aval dos órgão reguladores brasileiros (Cade e Anatel).

A AINMT é dona da operadora Ice, que funciona nos países escandinavos. Por sua vez, a AINMT é controlada pela holding Access Industries, do bilionário Len Blavatnik, nascido na Ucrânia, cidadão de EUA e Reino Unido, dono uma fortuna estimada em US$ 18,9 bilhões.

Anterior Banco BCP retira-se da Pharol, controladora da Oi
Próximos Mercado brasileiro de celulares cresce 25,4% no primeiro tri