NETMundial: Dilma quer roteiro para evolução da governança da internet e fala em fortalecer IGF


A presidenta Dilma Rousseff, afirmou, durante a abertura do NETMundial,  que, para além de intenções e princípios, o evento deve se comprometer com um roteiro para aperfeiçoamento da governança global da internet.”Não pensamos em substituir os diversos fóruns que se ocupam do tema, mas estabelecer uma nova dinâmica e é necessário um sentido de urgência. Partimos da premissa de que todos queremos proteger a internet como espaço democrático de todos”, afirmou a presidenta.

Dilma defendeu uma governança multissetorial, mas também multilateral, em que os diferentes governos tenham o mesmo peso nas decisões. “Essa defesa do multilateralismo é consequência de um princípio elementar: a igualdade entre os estados. Não vemos oposição entre multilateralismo e multissetorialismo”, afirmou, elogiando ainda instituições como como a ICANN e IANA.

A presidenta também conclamou a participação igualitária dos países em desenvolvimento na  nova governança da internet. “Os temas centrais para esses países, tal como a ampliação da conectividade, acessibilidade e respeito à diversidade devem ser centrais na agenda internacional. Não adianta [as organizações] serem abertas do ponto de vista formal, é preciso remover as barreiras visíveis e invisíveis”. Dilma defendeu o fortalecimento do Fórum de Governança da Internet e a ampla revisão do documento criado há dez anos, na Cúpula Mundial da Sociedade da Informação (CMSI), durante o CMSI+10.

PUBLICIDADE

O fortalecimento do IGF e a criação de um modelo de financiamento do Fórum também foi defendido por Vint Cerf, conhecido como um dos pais da internet e evangelista do Google. A ONU, durante a abertura, anunciou Janis Karklins Lativa como conselheiro. A secretaria-geral do Forum Global de Internet segue vaga. Neelie Kroes, vice-presidente da Comissão Europeia, já havia frisado, antes do encontro, sua posição de fortalecimento do IGF.

 

Anterior Obrigatoriedade da guarda de dados por provedores só com a regulamentação do Marco Civil
Próximos Oi comunica entrada em vigor do reajuste de tarifa da telefonia fixa de 0,651%