Netflix registra alta de 72% nas assinaturas fora dos EUA e prevê lucro ainda em 2014


A companhia anunciou que espera ainda para este ano que as operações fora dos Estados Unidos comecem a ser lucrativas. No primeiro trimestre, as perdas no negócio internacional diminuíram em US$ 22 milhões em relação ao trimestre diretamente anterior

A Netflix apresentou, na segunda-feira (21), o resultado de suas operações no primeiro trimestre do ano e o destaque ficou com as operações internacionais. A companhia anunciou que espera ainda para este ano que as operações fora dos Estados Unidos comecem a ser lucrativas. No primeiro trimestre, as perdas no negócio internacional diminuíram em US$ 22 milhões em relação ao trimestre diretamente anterior, para um prejuízo US$ 35 milhões. A expectativa para  próximo trimestre é de um prejuízo de US$ 12 milhões.

A companhia explica que o esforço de globalização, que deve continuar ao longo deste ano, deve manter a margem de lucro dos negócios fora dos Estados Unidos baixos.

O número de clientes fora dos Estados Unidos cresceu em 1,75 milhão, alcançando uma base de 12,7 milhões de usuários (incluindo os não pagantes), um avanço de 72% em relação ao registrado no mesmo período de 2013. Para o segundo trimestre, o Netflix espera crescimento de 50% na base de clientes fora dos Estados Unidos. Atualmente, a receita fora dos Estados Unidos representa 25% do total.

PUBLICIDADE

A estratégia de crescimento é seguir produzindo conteúdo próprio. A Netflix reforçou o sucesso obtido com a segunda temporada da série House Of Cards e prepara para junho o lançamento da segunda temporada do Orange Is The New Black.

A companhia fechou o primeiro trimestre com 48 milhões de assinantes globalmente e receita de US$ 1 bilhão com streaming. O lucro líquido ficou em US$ 53 milhões, ante US$ 3 milhões no primeiro trimestre de 2013.

Anterior Google estaria negociando compra de app de mobile payment
Próximos Sky inicia operação de banda larga em Teresina