NET terá TV paga “temporária” ainda em junho


Operadora lançou replay de conteúdo capaz de recuperar até uma semana de programação, telefonia fixa ilimitada para chamadas locais e internacionais, rede de hotspots que usa os roteadores WiFi dos assinantes, com 3 milhões de pontos de acesso, e entrou no segmento de automação residencial.

net-multitela-banda-larga-pos-fixo-now

A Net planeja vender planos de TV por assinatura temporária. Pelo modelo, o pacote escolhido ficará disponível por 15 a 30 dias ao consumidor, que poderá não renová-lo ao final do período. A empresa anunciou a novidade hoje, 13, durante evento em São Paulo, no qual elencou uma série de novos recursos e posicionamento estratégico nos mercados de TV paga e banda larga.

Para comprar os pacotes temporários, o cliente terá de ser um assinante de banda larga fixa da Net. Com essa condição, poderá solicitar um decodificador de TV paga, que custa R$ 20 ao mês. A qualquer momento depois de instalado, poderá acessar o Claro Vídeo pelo televisor – gratuito para os assinantes de banda larga da empresa. E terá a opção de comprar um pacote temporário de TV por assinatura, do light (de entrada) ao top (mais completo).

PUBLICIDADE

Conforme Marco Dyodi, diretor de marketing da unidade residencial da Claro Brasil, a oferta difere do modelo pré-pago visto em concorrentes pois os clientes já são assinantes dos serviços da empresa. “A gente imagina também que isso atraia públicos de diferentes classes. O conceito de classe A, B, C ou D já não define o interesse em produtos sob demanda”, explica.

Multitela
O novo serviço de assinatura de TV paga “on the go” foi anunciado em evento realizado para marcar o posicionamento “Multitela” em distribuição de conteúdo da Net. Para isso, além de uma campanha publicitária em diversas mídias, a companhia atualizou todos seus aplicativos e espera reforçar a ideia de que os serviços de conectividade estão atrelados a muito conteúdo.

“Exploramos esse conceito por causa do comportamento do consumidor. As pessoas são absolutamente multitelas hoje. Quando se trata de encanamento, oferecer banda larga, 4G, e o melhor conteúdo, [esse pacote] está nas nossas ofertas combadas”, diz Roberta Godoi, diretora comercial  de comunicação da Net. Ela conta que, ao longo dos últimos 12 meses, o serviço de conteúdo sob demanda NOW realizou 1 bilhão de streamings, entre filmes, documentários, séries e shows.

Lançamentos
A operadora também laçou hoje a função Replay TV, para assinantes dos planos TOP. O cliente pode recuperar os últimos sete dias de programação. Mas o recurso não funciona com todos os canais, apenas com sete dos mais de 150 disponíveis. Outros sete canais devem aderir até o final do mês, espera Dyodi. E até setembro, com adesão de canais Globosat, a expectativa é superar os 30 canais compatíveis com o recurso. O executivo explica que a função depende de negociação com as programadoras, uma vez que envolve licenciamento do conteúdo e armazenamento em servidores. O Replay funciona, por enquanto, apenas na capital paulista.

A empresa também está ampliando a quantidade de hotspots WiFi. A partir de agora, 3 milhões de roteadores de clientes, em todo o Brasil, passam a ter uma rede paralela à do assinante da residência, que oferece banda larga sem fio de até 5 Mbps a clientes Net Virtua ou Claro pós-pago, contribuindo para o off-load do mobile. Os executivos garantem que os sinais não serão concorrentes, nem vão causar interferências. De qualquer forma, o assinante terá o direito de desabilitar o hotspot para terceiros de seu modem.

Na telefonia fixa, a operadora anunciou dois novos planos: Ilimitado Brasil Total 21 e Ilimitado Mundo Total 21. Ambos prevêem a realização de chamadas locais e de longa distância ilimitadas (usando o 21 da Embratel) para qualquer operadora, inclusive móvel. O diferencial do plano Mundo é á inclusão de chamadas ilimitadas para fixos de 35 países, e celulares nos Estados Unidos. Os preços são, respectivamente, R$ 40 e R$ 60.

Por fim, a Net entrou no mercado da internet das coisas na área da segurança residencial. A empresa lançou o serviço NET Smartphone, de monitoramento e automação residencial com câmeras e sensores. A iniciativa está disponível, por enquanto, apenas na cidade de São Paulo. O sistema inclui a instalação de um painel inteligente na casa do cliente, câmeras IPs e sensores de presença. As imagens das câmeras podem ser acessadas pela internet, através de um aplicativo. O plano inicial, com quatro câmeras, custa R$ 100 ao mês.

 

Anterior Oi será parceira da FGV em projeto de IoT
Próximos Febratel afirma que reoneração da folha irá fechar empresas e ampliar demissões