MWC: Há três anos na América Latina, CBNL fecha primeiro contrato com ISP brasileiro


Barcelona – A CBNL, pequena empresa (frente aos competidores globais), com 100 funcionários e faturamento anual de até US$ 50 milhões, especializada em desenvolver soluções para países emergentes, fecha seu primeiro contrato com um ISP (provedor regional de internet) brasileiro. Segundo seu CTO, John Naylon, seus equipamentos – plataformas sem-fio multiponto – já são usados por 70 operadoras líderes entre 41 países para as redes 2G, 3G, LTE e WiFi.

 

A opção por atender aos mercados emergentes, explica Naylon, está vinculada à própria tecnologia desenvolvida pela empresa. Segundo ele, o produto, o VectaStar, tem uma proposta calcada na flexibilidade e simplicidade e, principalmente, na oportunidade que a tecnologia proporciona para a operadora cortar os custos de implantação de sites pela metade. “As outras alternativas fazem o acesso ponto a ponto. A nossa opção por multiponto permite corte de até 50% nos custos”, afirma. 

 

Segundo Chris Wright, diretor de Marketing da empresa, duas grandes operadoras brasileiras estão fazendo trials com seus equipamentos e ele espera que, até o final do ano, os testes estejam concluídos, com resultados positivos. A partir dessa venda, a empresa, que ainda não tem representação própria no país, irá decidir se abre ou não escritório em solo brasileiro.A empresa está lançando também no MWC rádios micro-ondas multipontos para as small cells.  

A jornalista viaja a convite da Alcatel-Lucent

Anterior MWC: Estudo aponta que usuário de celular prefere "assistir" a vídeos com os ouvidos
Próximos Setor de serviços contribui para alta de 2,3% do PIB de 2013