MVNO aposta em nicho político e busca atrair simpatizantes da esquerda


PUBLICIDADE

Uma nova opção de serviços em telefonia móvel inicia suas operações no mercado brasileiro, a Leftfone. A marca pertence ao LeftBank e irá oferecer serviços de telecom digital remoto com um modelo de serviços e produtos especializados para as pessoas de interesses e simpatia pelos movimentos políticos de esquerda no país.

Segundo Marco Maia, um dos idealizadores da marca e ex-presidente da Câmara dos Deputados, a Leftfone busca consonância com o movimento de esquerda. “Nossa ideia é de ampliar o acesso dessas pessoas, para que possam utilizar os meios de telefonia remota digital com serviços e tecnologia de última geração”, disse.

A marca conta com parceria do Grupo Cuore, que ficará responsável pela área de compliance, atendimento ao cliente e divulgação da marca. A Leftfone atuará por meio dos canais digitais da empresa e com cobertura de entrega dos chips em todo o território nacional.

Não será preciso fidelização à marca, nem consulta aos cadastros de proteção de crédito, ou seja, pessoas negativadas poderão contratar os serviços. A empresa tem como meta crescimento de 5% ao mês de novos clientes em sua plataforma de telefonia digital.

Além da parceria com a Leftfone, o Grupo Cuore, recentemente, deu origem a outra MVNO também para um público segmentado, a Todes Telecom, focada na comunidade LGBT. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Zoom lança Zoom Phone, linha de hardware para trabalho híbrido
Próximos Comitiva do Brasil nos EUA conhece rede privativa 5G em 700 MHz