Motorola adiciona dois idiomas indígenas a seus aparelhos


Motorola

A Motorola acrescentou dois idiomas indígenas ameaçados de extinção em seus smartphones. Agora, dispositivos com sistema operacional Android 11 poderão acessar os idiomas Kaingang e Nheengatu, além dos outros 80 idiomas já inseridos nos produtos da marca. Em nota, a empresa afirmou que a intenção do projeto é dar acesso às línguas indígenas por meio da tecnologia e, também, preservá-las.

O idioma Kaingang é falado no Sul e Sudeste do Brasil, enquanto Nheengatu está presente na Amazônia, Colômbia e Venezuela. Para acrescentar as línguas, a fabricante atuou em parceria com Wilmar da Rocha D’Angelis, professor do Departamento de Linguística da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

PUBLICIDADE

Hoje, a Motorola trabalha junto ao Google com o intuito de disponibilizar essas línguas no projeto Android Open Source Project (AOSP) e Google Gboard. Também segue atuando em parceria com o Consórcio Unicode, para assegurar que todos os dados das línguas coletados sejam de fonte aberta.

Nenhuma das línguas indígenas faladas no Brasil ou nos demais países da América Latina estão presentes no Android. Tampouco esses idiomas faziam parte do padrão de codificação de caracteres universal, Unicode, que compõe os fundamentos para inclusão e representação digital em interfaces digitais. Antes da chegada dos portugueses ao Brasil, aproximadamente 1.215 línguas eram faladas no território brasileiro. 500 anos depois, apenas 200 delas permanecem vivas. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Streaming: só Disney+ cresce no Brasil no 1º trimestre de 2021
Próximos Proposta de requisitos técnicos para comunicação via satélite entra em consulta pública