Mob Telecom vai usar transponders de 800 Gbps da Padtec


A operadora Mob Telecom anunciou ontem, 9, que utilizará a nova geração de transponders de 800 Gbps da Padtec para iluminar o trecho do Cinturão Digital do Ceará (CDC) entre a capital Fortaleza e o município de Juazeiro do Norte. A Mob Telecom está investindo na expansão do CDC, juntamente com a Brisanet e a Wirelink, que formam o consórcio BWM.

PUBLICIDADE

Responsável pela conexão de internet fixa de quase metade da população cearense, o Cinturão Digital consolidou-se, nos últimos anos, como indutor da economia no estado. Atualmente, são mais de 14 mil km de fibra óptica, que conectam 180 municípios no estado.

Morgana Jacomini, diretora de Engenharia da MOB Telecom, afirma que o isolamento social trazido pela Covid-19, impulsionou um aumento de tráfego em todas as regiões do Ceará. “Na MOB, já registramos um aumento de mais de 40% no volume de dados transmitidos em nossas redes, desde a segunda quinzena de março do ano passado”, destacou a executiva.

Parte da rede DWDM do Cinturão Digital do Ceará está dimensionada para receber até 40 canais de 100 Gb/s e já estava perto de atingir sua capacidade máxima de transmissão. O uso de transponders da Padtec, com taxas de transmissão de 200 Gb/s por canal óptico, permitiu uma economia importante no uso de canais disponíveis no sistema. Além disso, dispensou a necessidade de regeneração do sinal ao longo da rota. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Embratel lança solução de segurança com biometria
Próximos Nota do Ministério da Economia sobre a PEC 186 não tranquiliza a indústria eletrônica