MiniCom, MinC e MJ terão reuniões periódicas com movimentos sociais


O Fórum Nacional pela Democratização das Comunicações (FNDC) informou que após uma reunião realizada ontem em Brasília com a Secretaria Geral da Presidência da República com representantes do Ministério das Comunicações (MiniCom), de entidades da Campanha Banda Larga É um Direito Seu! e do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC), foi aberta uma instância de dialogo permanente entre a sociedade civil e o MiniCom, com a mediação da secretaria, para o debate sobre as políticas públicas para o setor das comunicações. As reuniões devem ocorrer com intervalo de vinte dias e terão a participação de outros ministérios como o Ministério da Cultura e Ministério da Justiça, uma vez que a pauta é transversal.

A reunião foi marcada para tratar das políticas públicas de Banda Larga no país. As entidades da sociedade civil organizadas defendem que o serviço de banda larga seja prestado em regime público, tal como a telefonia fixa, para garantir a universalização do acesso. No último encontro, realizado em abril, o secretário- executivo da secretaria geral da Presidência da República, Diogo Santana, se comprometeu a apresentar uma proposta para definir a mesa de diálogos com a sociedade civil para tratar sobre o tema da universalização da internet. Segundo fontes, o governo ainda não tem uma proposta de negociação para apresentar à sociedade civil. 
 

Participaram da reunião, representando entidades da sociedade civil: Rosane Bertotti (CUT/FNDC), Marcelo Saldanha (Instituto Bem Estar brasil), Veridiana Alimonti (IDEC), Pedro Ekman (Intervozes/FNDC), Uirá Porã (Instituto Mutirão), Flavia Lefevre (Instituto Proteste), Marcello Miranda (Instituto Telecom), Rodolfo Avelino (professor e ativista digital). (Da redação)

PUBLICIDADE

 

Anterior Anatel pode exigir equipamentos de rede sem backdoor para homologação
Próximos Comissão aprova proposta para regulamentação de programação regional da TV aberta