Minicom quer mais Brasil no MWC


O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, visitou hoje (4) o estande da Brasil IT+ no Mobile World Congress, feira sobre o mercado de telecomunicações que acontece em Barcelona (Espanha) e termina amanhã. Após conversar com representantes das empresas expositoras e prospectoras que fazem parte do programa, disse que pretende buscar formas de ampliar a presença do Brasil no evento e aumentar o apoio às empresas do setor de TICs.

“Queremos fazer as empresas nacionais crescerem para se tornar marca de referência em TI e Comunicação”, disse. O caminho para aumentar o estímulo virá de conversas dentro do governo e academia. “Só é possível fazer com articulação entre ministérios – com o MDIC e o MCTI -, com as universidades, os centros de pesquisas, o CPqD”.

O programa Brasil IT+ existe há cerca de 10 anos, e é uma iniciativa da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), ligada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, e da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex). A iniciativa fomenta a exposição de empresas nacionais no mercado internacional organizando a participação em eventos de diferentes portes.

PUBLICIDADE

Para ir a Barcelona, 19 empresas foram selecionadas. Cerca de 75% dos gastos foram bancados por Apex e Softex, e o restante pelas empresas, como contrapartida ao apoio. São empresas que atuam no mercado nacional e que buscam expansão: AsGa Sistemas, CI&T, Datacom, E-motion Digital, Ícaro Technologies, Ixia, Khomp, MC1, RempOpt, Vísent, Sikur, Tokenlab, Certillion, Datalab Mobility, Itisco, MLearn, Orbiz, RGT Soluções e Technew Informática.

“A tecnologia brasileira é player no mundo”, explica Ruben Delgado, presidente da Softex. Ele ressalta que, embora ainda pequeno se comparado a outras economias do mundo, o mercado de TICs cresceu muito em uma década. “Em 2002, exportávamos US$ 100 mihões. Em 2012, foram US$ 1,5 bilhão ou US$ 2 bilhões, um crescimento de 20 vezes”, frisa.

Anterior Emiliano José é confirmado como secretário de Comunicação de Massa do MiniCom
Próximos Aprovada mudança de controle de operadora de TV paga de SC