Minicom quer instalação de 20 pontos de 5G standalone, independente do leilão


O Ministro das Comunicações, Fabio Faria, afirmou hoje, 26, a jornalistas que negocia com operadoras móveis a instalação de 20 pontos de 5G standalone no Brasil, independentemente da realização do leilão de espectro. Os pontos serão escolhidos pelo governo e implantados a fim de empresas e governo conhecerem a “aplicabilidade” da tecnologia.

Os pontos serão decididos por vários ministérios, não apenas o Minicom. Segundo Faria, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina Dias, e o ministro de Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, já foram avisados que poderão sugerir dois pontos cada para instalação do 5G Standalone por essa iniciativa.

Faria disse também que isso não faz parte dos compromissos do leilão 5G. Ele afirmou que as empresas manifestaram interesse em colaborar.

“Estamos conversando com as operadoras para que tenhamos 20 pontos, que a gente possa escolher e aplicar já o standalone. Falei com a ministra Tereza para escolher dois pontos, e com o ministro Tarcísio também. A gente tem feito esse diálogo de forma informal. As empresas têm interesse em levar, por exemplo, para a Universidade do ITA, para que a gente possa ver a aplicabilidade. Não faz parte do leilão, mas está em andamento e alinhamento”, disse. Ela participou nesta manhã de coletiva de imprensa sobre o futuro leilão de frequências da Anatel para redes 5G.

PUBLICIDADE
Anterior Sem gastar um tostão, emissoras de TV já são as vitoriosas do leilão do 5G
Próximos Faria diz que governo não pode interferir nas escolhas das operadoras