Minicom planeja portaria para garantir existência de internet ilimitada


O ministro das Comunicações André Figueiredo disse que o governo não recuou em sua posição de impedir que as operadoras de telecomunicações adotem a franquia na banda larga fixa.

“Não vamos abrir mão de franquia ilimitada e da coexistência de planos com franquias ilimitadas, nem vamos permitir que haja aumentos abusivos dos preços. Queremos colocar em portaria uma determinação que a Anatel regulamente isso”, disse nesta sexta-feira, 29, a jornalistas durante a inauguração de laboratório de Iot da Ericsson, em Indaiatuba (SP).

Ele classificou como infelizes as declarações dada pela Anatel na última semana, que o uso de franquia seria inevitável. “Por ser um serviço regulado pela anatel, no SCM, compromissos têm que ser observados”, falou.

PUBLICIDADE

A fala do ministro adquiriu, ainda, um tom de despedida. Ele falou que a pasta vai trabalhar durante as próximas duas semanas sem pensar no possível impeachment da presidente Dilma Rousseff. “Provavelmente como Ministro não estarei lá, mas na Camara estarei trabalhando em conjunto [com o setor]”, falou, sobre como imagina sua posição no futuro próximo.

Anterior Novo Banda Larga para Todos terá recursos de Funttel, leilões e concessões
Próximos Ericsson planeja investir R$ 110 milhões em P&D neste ano, no Brasil