Microsoft entra para grupo de desenvolvimento da 5G que tem a Nasa entre os membros


5G Internet is the new technology of the future, linking communication with many applications. Shopping on the Internet, travel, money. Hands hold the phone with a halogram of different applications.

O 5G Open Innovation Lab (5GOILab), grupo de incentivo ao desenvolvimento da 5G nos Estados Unidos, anunciou hoje, 28, novos integrantes. A iniciativa, que foi criada por Intel, Nasa e T-Mobile em maio, passou a contar nesta segunda-feira com Amdocs, Microsoft, Dell e VMWare.

As novas integrantes aparecem já como sócias-fundadoras. Todos os participantes se dispõem a dar a acesso a suas tecnologias para que startups criem produtos baseados em redes de quinta geração.

Duas vezes por ano, o Lab seleciona de 15 a 20 startups para participarem de seu programa. As empresas precisam trabalhar com tecnologias habilitadas para 5G, como inteligência artificial, computação de borda e IoT em setores como agritech, manufatura, entretenimento, transporte e energia.

PUBLICIDADE

Os membros fundadores têm acesso prioritário às novas soluções e podem escolher com quais empresas desejam trabalhar a fim de acelerar suas soluções e desenvolver provas de conceito do mundo real.

De acordo com o Gartner, o mercado global de serviços 5G deve chegar a US$ 41,48 bilhões em 2020, com Taxa Composta Anual de Crescimento (CAGR) na casa dos 43,9% entre 2021 e 2027. Os participantes estão de olho nessa oportunidade.

A Amdocs, criadora de software e serviços para empresas de comunicação e mídia, entra para o Lab com o objetivo de desenvolver aplicações 5G na nuvem, computação na borda, IoT e novas experiências de cliente. A fabricante de computadores Dell busca a criação de uma plataforma aberta 5G.

Já a Microsoft será parceiro da nuvem pública e terá papel fundamental no apoio ao trabalho do Lab na aceleração das startups e lançamento de inovações. A empresa anunciou hoje, mais cedo, sua entrada na disputa pelo fornecimento de software para operadoras móveis.

O Lab anunciou a seleção de 16 empresas como membros da segunda turma de aceleradas. O programa tem duração de 12 semanas. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Tele.Síntese e agência Uhaau firmam parceria estratégica
Próximos Cinco ISPs se fundem e criam a Ora Telecom no Piauí