Merry Lynch não aposta em aumento da competição no cabo


A decisão da Anatel de abrir o mercado de TV a cabo para mais competidores não muda muita coisa para o setor, na avaliação do analista da Merryl Lynch, Mauricio Fernandes. No caso da líder do mercado de TV por assinatura, a Net Serviços, ele considera a decisão neutra, embora avalie que a Net poderá …

A decisão da Anatel de abrir o mercado de TV a cabo para mais competidores não muda muita coisa para o setor, na avaliação do analista da Merryl Lynch, Mauricio Fernandes. No caso da líder do mercado de TV por assinatura, a Net Serviços, ele considera a decisão neutra, embora avalie que a Net poderá obter novas licenças e expandir sua rede, hoje em 93 cidades.

Em relação as concessionárias, a Merryl Lynch considera a regulamentação controversa sobre o que elas podem fazer. O analista diz que a decisão da Anatel pode ser interpretada como uma forma de permitir que a Oi oferte TV a cabo. Ele considera a medida controversa porque, sem a aprovação do PL 29, as concessionárias estão impedidas pela cláusula 14.1 do contrato de concessão de prestarem o serviço em suas áreas. (Da redação)

PUBLICIDADE
Anterior Comissão aprova projeto que obriga TV a colocar legenda oculta
Próximos CTBC entra para o mercado de DTH