Mercado de telecom muda nas dez maiores capitais do país


Mercado de telecom muda nas dez maiores capitais do país
Crédito: Freepik

O quadro de líderes em market share de celular nas dez capitais de maior população do Brasil apresentou alterações nos últimos 12 meses, de novembro de 2020 a novembro de 2021, conforme análise feita pela consultoria Teleco. A Claro passou a ser a líder em quatro capitais e vice-líder nas outras seis. Na ocasião, a empresa assumiu a liderança em Recife e superou a Oi.

A Vivo é a líder em três capitais, a Oi em duas e a TIM em uma. A Vivo manteve na liderança em São Paulo com 36,8%, mas perdeu market share para a Claro que tem 30,6%, e que ficou com a segunda colocação, ampliando a diferença que a separa da TIM. A Claro manteria a 2ª colocação, mesmo se a TIM incorporar a Oi. Em novembro de 2021, São Paulo Capital tinha 25,3 milhões de celulares, sendo 73,6% pós-pagos.

PUBLICIDADE

Crescimento significativo

A Claro é a líder no Rio de Janeiro, com um market share de 41,4% em no mesmo período, e foi a única a ganhar participação no mercado nos últimos 12 meses. A Vivo com 23,4% assumiu a segunda colocação, superando a TIM com 21,6%. O Rio de Janeiro tinha 9,7 milhões de celulares em novembro de 2021, sendo 60,4% pós-pagos.

Na capital federal, a Claro aumentou sua participação no celular para 46,9%, enquanto Vivo (24,5%), TIM (15,7%) e Oi (11,3%) perderam market share neste período de 12 meses até novembro de 2021. Nesse período, Brasília tinha 4,4 milhões de celulares, sendo 59,4% pós-pagos.

A Oi é a líder em Salvador e aumentou sua participação para 37,2% em novembro de 2021. A Claro (23,4%) ganhou market share nos últimos 12 meses, enquanto TIM (19,48%) e Vivo (19,45%), que disputam a terceira posição, perderam. Em novembro de 2021, Salvador tinha 4,1 milhões de celulares, sendo 44,5% pós-pagos.
Em Fortaleza, a Oi manteve a liderança, com um market share de 42,9%. A Claro (27,6%) ultrapassou a TIM (20,6%) e assumiu a 2ª colocação. Fortaleza tinha 4,5 milhões de celulares em novembro de 2021, sendo 42,5% pós-pagos.

Liderança mantida

A Vivo manteve a liderança em Belo Horizonte (32,7%), mas perdeu market share para a Claro (23,0%), que assumiu a 2ª colocação. Belo Horizonte tinha 4,3 milhões de celulares em novembro de 2021, sendo 63,7% pós-pagos.
A Vivo manteve a liderança em Manaus (39,2%), mas perdeu market share nos últimos 12 meses e passou a ter a sua liderança ameaçada pela Claro (37,7%). Uma possível incorporação da Oi pela TIM não teria alterado este quadro. Na época, Manaus tinha 3,2 milhões de celulares, sendo 46,9% pós-pagos.

TIM manteve a liderança em Curitiba com 41,5%, mas perdeu market share nos últimos 12 meses para Claro (28,2%), Vivo (19,7%) e Oi (8,7%). Curitiba tinha 2,9 milhões de celulares na ocasião, sendo 65% pós-pagos.
A Claro com 37,6% aumentou expressivamente seu market share em Recife nos últimos 12 meses, ultrapassando a Oi com 35% e assumindo a liderança. TIM (17,7%) e Vivo (9,2%) perderam market share. Recife tinha 3,1 milhões de celulares em novembro de 2021, sendo 42,3% pós-pagos.

A Claro aumentou para 58,2% o seu market share de celular em Porto Alegre. Vivo (19,9%) e TIM (6,2%) perderam market share neste período de 12 meses até novembro. Em novembro, Porto Alegre tinha 3,3 milhões de celulares, sendo 71,9% pós-pagos.

Com informações da Teleco

PUBLICIDADE
Anterior Nokia vai usar processadores da AMD em equipamentos de rede 5G
Próximos NEC adquire fornecedora de software 5G