MCTIC aprova programa que amplia atuação da RNP


Resolução do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, publicada nesta sexta-feira, 6, aprova o Termo de Referência do Programa Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) e credencia como coordenadora a RNP. Batizada de “RNP no amanhã”, esta visão de futuro consagra e amplia as diretrizes de missão da RNP, definindo uma nova fronteira de atuação por meio de propostas de valor que comporão um novo modelo de negócio.

Segundo o MCTIC, estas ofertas se traduzem em objetivos estratégicos que visam atender às necessidades e expectativas de um conjunto mais amplo de segmentos de clientes. O Sistema RNP explora tecnologias de informação e comunicação emergentes, disponibilizando uma Ciberinfraestrutura de recursos federados, seguros, de alta capacidade e desempenho, por meio de mecanismos de governança multiinstitucional, estabelecidos pelo Programa Interministerial RNP (PRO-RNP).

Pela avaliação do ministério, a economicidade relativa aos preços do mercado para os serviços de comunicações das organizações usuárias foi de 6,8 vezes. E o impacto na cadeia econômica de TIC da atuação do Sistema RNP, para cada R$1 é de R$2,04.

PUBLICIDADE

A oferta de serviços do Sistema RNP inclui ciberinfraestrutura (rede e centros de dados) de alto desempenho (capacidade, disponibilidade, robustez/redundância, segurança, escalabilidade, extensibilidade, integração nacional e internacional, neutralidade, economicidade, sustentabilidade financeira e atendimento integrado para atender a laboratórios, grupos de pesquisa e pesquisadores, professores, alunos e especialistas das instituições clientes. Também promove conectividade de última milha tanto nas capitais quanto em cidades do interior do país, de alta capacidade e disponibilidade.

Prevê ainda serviços inovadores em nuvem para experiências diferenciadas de comunicação e colaboração global, federados, seguros, fáceis de usar, ofertados no tempo adequado (reduzido time-tomarket), e orientados pelas necessidades dos clientes e por um roadmap tecnológico. Além de soluções e serviços profissionais (como consultoria) para o campus, sobre segurança em redes, para atender aos requisitos da e-ciência, para comunidades em redes e organizações virtuais, e para aplicação das TIC em políticas públicas de CT&l, Educação, Saúde, Cultura e Defesa.

O Sistema RNP dispõe de 800 organizações conectadas, mais de quatro milhões de usuários, 50 redes comunitárias e mais de 100 GB/s de velocidade de conexão.

Anterior Anatel aprova caducidade de autorização de uso de frequências por ISPs
Próximos Telecom Italia é multada em € 120 milhões pelo regulador italiano