MCom lança chamada para conectar escolas públicas sem internet


Ao todo, serão 8 mil unidades escolares que podem receber o recurso. RNP está selecionando e contratando operadoras de telecomunicações para dar início a instalação, ativação, operação e manutenção dessas conexões, por um prazo de 12 meses

MCom lança TR para conectar escolas públicas sem internet

O Ministério das Comunicações (MCom) divulgou Termo de Referência (TR) sobre projeto piloto para conectar escolas públicas sem internet ou sem conexão satisfatória para desempenhar atividades educacionais. Ao todo, serão 8 mil unidades escolares que podem receber o recurso.

PUBLICIDADE

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) será responsável por coordenar a execução técnica da iniciativa, e, no momento, está selecionando e contratando provedores de serviços de telecomunicações para dar início a instalação, ativação, operação e manutenção dessas conexões, por um prazo de 12 meses.

Fornecedores interessados podem acessar o Termo de Referência da iniciativa aqui e se cadastrar até 18 de março. A RNP selecionará a melhor proposta para a prestação, que poderá se basear em lotes ou escolas de forma individual.

Estatística

Os dados levantados no Censo Escolar de 2021, diagnóstico estatístico realizado anualmente pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), dão luz à necessidade de conectividade dessas instituições pelo país. e, a partir dele, inicialmente, o projeto do MCom identificou 8 mil escolas aptas a fazerem parte da iniciativa.

A expectativa é que cerca de 800 mil estudantes sejam beneficiados. As 8 mil instituições identificadas estão distribuídas entre 1.760 municípios de todo país. Dessas, 5 mil estão localizadas em áreas rurais, enquanto outras 3 mil estão em áreas urbanas.

Essa iniciativa contribui para democratizar o acesso à educação, impulsionar a inclusão digital e diminuir as desigualdades no acesso a Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nas áreas urbanas e rurais Brasil adentro.

Com informações da Assessoria de Imprensa da RNP

PUBLICIDADE
Anterior Anatel faz workshop sobre relações de consumo no mundo
Próximos Economia quer regras para 5G, redes neutras e de uso dos ativos da Oi Móvel no PGMC