MCom e MCTI sofrem com cortes no orçamento


MCom e do Mcti sofrem com cortes no orçamento
Credito: Freepik

O presidente Jair Bolsonaro sancionou com vetos a Lei 14.303, de 2022, que fixa o Orçamento Geral da União para este ano. Ele cortou R$ 3,1 bilhões em despesas aprovadas em dezembro pelo Congresso Nacional: são R$ 1,3 bilhão em emendas de comissão e R$ 1,8 bilhão em despesas discricionárias. O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Mcti) sofreu veto de R$ 74,20 milhões e o Ministério das Comunicações (MCom) teve um corte de R$ 63,55 milhões. A sanção foi publicada nesta segunda-feira, 24, no Diário Oficial da União.

Os vetos ao PLN 19/2021 alcançam 138 programações diferentes. No orçamento do MCTI, o Programa Brasil na Fronteira do Conhecimento perdeu recursos: no Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) teve um cancelamento de R$ 9,45 milhões, e no próprio ministério de R$ R$ 859,4 mil. No programa Tecnologias Aplicadas, Inovação e Desenvolvimento Sustentável a redução foi de R$ 62,7 milhões.

PUBLICIDADE

Na parte que cabe ao Ministério das Comunicações a redução foi no Programa Conecta Brasil no valor de R$ 44,6 milhões. No Cidades Conectadas, o corte foi de R$ 18 milhões. A Telebras também foi alvo de diminuição dos recursos no âmbito do Programa Conecta Brasil. O cancelamento foi de R$ 859,4 mil.

Os vetos precisam ser apreciados por senadores e deputados em sessão conjunta. Se não forem votados em 30 dias, trancam a pauta do Congresso Nacional.

Maior da história

No domingo, 23, a Secretaria Geral da Presidência disse em comunicado distribuído à imprensa que o presidente decidiu vetar parte dos gastos aprovados no Orçamento para ajustar as verbas destinadas a despesas de pessoal e encargos sociais, mas não havia informado o valor. A pasta informou que, devido a essa decisão do veto, o governo precisará pedir ao Congresso um acréscimo para cobrir essas despesas ao longo do ano e, para isso, será encaminhado projeto de crédito adicional para recompor valores.

O Orçamento de 2022 é o maior da história, com espaço de R$ 89 bilhões para o Auxílio Brasil, programa que substituiu o Bolsa Família. A lei estima a receita da União para 2022 em R$ 4,7 trilhões, com despesa de igual valor, dos quais R$ 1,884 trilhão destinados para refinanciamento da dívida pública federal.

PUBLICIDADE
Anterior WDC Networks fará oferta pública de ações no varejo
Próximos Regra do Prefixo 0303 para telemarketing precisa ser aperfeiçoada, diz associação do setor